Qual foi a teoria defendida por Wegener?

O que é a teoria da deriva continental defende?

A Teoria da Deriva Continental explica a formação e a movimentação dos continentes e do assoalho oceânico na crosta terrestre. Além disso, afirma que todos eles já estiveram juntos, formando um único continente chamado Pangeia.
Em cache

Quem defendeu a teoria da deriva continental?

A teoria da deriva continental foi apresentada pelo geólogo e meteorologista alemão Alfred Wegener em 1913, com a publicação de sua obra clássica "A Origem dos Continentes e Oceanos" (Die Entstehung der Kontinente und Ozeane).

Quais eram as evidências que Wegener para apoiar a sua ideia?

Resposta: Entre as evidências que levaram Alfred Wegener à teoria da deriva continental está o fato de que o estudo cartográfico e geográfico de sua época já estava bem desenvolvido e, apesar de não haver uma visão dos continentes como temos hoje, a própria cartografia evidenciava que os continentes se preenchiam.

Por que a teoria da deriva continental defendida por Wegener causou desconforto?

A teoria da deriva continental, proposta pelo geólogo alemão Alfred Wegener em 1912, causou desconforto e controvérsia porque desafiou as teorias geológicas estabelecidas na época, que defendiam que as terras emersas da Terra eram fixas e imutáveis.

O que é a teoria da tectónica de placas?

A teoria da tectónica de placas parte do pressuposto de que a camada mais superficial da Terra está fragmentada numa dúzia ou mais de grandes e pequenas placas que se movem relativamente umas às outras, sobre um material viscoso, mais quente.

Quando a teoria da deriva continental foi aceita?

A teoria foi apresentada em 1912, e a proposta foi oficialmente estabelecida em 1915, quando Wegener publicou o livro A origem dos continentes e dos oceanos. A base da teoria da deriva continental foi a forma dos continentes, especialmente África e América do Sul, que pareciam se encaixar, na visão do autor.

O que ajudou Wegener a validar sua teoria?

A partir da observação do encaixe dos continentes, Wegener fez diversas expedições com o intuito de encontrar coincidências que comprovassem sua teoria, e como um quebra-cabeça ele remontou um só continente, chamado por ele de Pangeia (pan do latim = todo, inteiro; gea = Terra).

Em que Alfred Wegener se baseou?

Alfred baseouse na existência de fósseis animais e vegetais; e em características geológicas idênticas presentes em continentes distintos, como África e América; além do encaixe perfeito do continente africano com a costa do Brasil, na América do Sul.

Qual foi a teoria de Wegener sobre a deriva continental?

Wegener defendia que, no passado, havia apenas um único continente: Pangeia (termo que significa “toda a Terra”). Com a sua lenta fragmentação, formaram-se então dois grandes continentes: a Laurásia e a Gondwana.

Qual é a justificativa apresentada por Wegener para o movimento dos continentes?

Resposta: A sua justificativa era a presença dos mesmos fósseis encontrados em regiões distantes.

Por que a teoria de Wegener demorou tanto para ser aceita?

Porquê as idéias de Wegener não foram aceitas? Talvez por que a geografia antiga da Terra não era considerada problema. Tal- vez porque suas evidências nada mais eram do que os resultados das pesquisas dos mais eminentes cientistas, apenas que reorganizados e reinterpretados em suas implicações.

Quem criou a teoria da tectônica de placas?

McKenzie é lembrado hoje como um dos arquitetos da teoria moderna das placas tectônicas.

Como Wegener criador da Teoria da Deriva Continental chegou a essa conclusão?

Segundo essa teoria, os continentes atuais são originários de um único e gigantesco continente que existiu há centenas de milhões de anos denominado Pangeia. Wegener chegou a essa conclusão depois de observar, por exemplo, que a costa leste da Ámérica do Sul parecia se encaixar na costa oeste do continente africano.

Quando a teoria de Wegener ganhou maior embasamento?

A teoria foi apresentada em 1912, e a proposta foi oficialmente estabelecida em 1915, quando Wegener publicou o livro A origem dos continentes e dos oceanos. A base da teoria da deriva continental foi a forma dos continentes, especialmente África e América do Sul, que pareciam se encaixar, na visão do autor.

O que é a teoria da tectônica de placas?

A teoria da tectónica de placas parte do pressuposto de que a camada mais superficial da Terra está fragmentada numa dúzia ou mais de grandes e pequenas placas que se movem relativamente umas às outras, sobre um material viscoso, mais quente.

O que Alfred Wegener chegou à conclusão ao observar os continentes?

Wegener chegou a essa conclusão após analisar vários fatos. Por exemplo, ele observou que a costa leste da América do Sul parecia se encaixar na costa oeste do continente africano, como se no passado a América e a África tivessem formado um só bloco.

O que o Wegener não conseguiu explicar que foi respondido anos depois?

Sua teoria explicava bem todas essas questões, entretanto, Wegener não conseguiu explicar que tipo de força conseguiria mover massas tão largas a tão grandes distâncias. A teoria de Wegener foi muito contestada à época.

Como a teoria das placas tectônicas explica os terremotos?

As placas tectônicas são formações rochosas que cobrem a superfície do planeta Terra. A crosta terrestre é composta por 14 placas principais e 38 placas menores. Essas placas estão em constante e lento movimento e essa movimentação é responsável pelos terremotos, tsunamis, formação de montanhas e atividades vulcânicas.