Recepção calorosa marca chegada das conquistadoras da América

10.11.2015
Recepção calorosa marca chegada das conquistadoras da América

Em desfile em carro aberto por diversas vias da cidade, Guerreiras Grenás receberam o carinho e o reconhecimento de Araraquara

Novas conquistadoras da América no futebol feminino, as campeãs Guerreiras Grenás da Ferroviária/Fundesport foram recepcionadas por Araraquara, na tarde dessa terça-feira (10), com desfile em carro aberto por diversas vias da cidade.

Campeã invicta da VII Copa Libertadores da América do Sul, encerrada no domingo (8), em Medellín (na altitude colombiana), a equipe teve uma recepção de gala na cidade, organizada pela Secretaria Municipal de Esportes e Fundesport, com apoio logístico da Secretaria de Trânsito e Transportes.

Durante o trajeto, a população teve a oportunidade de saudar as meninas e a comissão técnica, cuja comitiva desembarcou na parte da manhã em Guarulhos, após a aterrissagem do vôo que veio direto de Bogotá, capital da Colômbia.

O desfile em carro aberto começou pela Rua Mauro Pinheiro, defronte à Arena da Fonte, passando pela Via Expressa, Avenida Feijó e Rua Nove de Julho e adentrou a Rua São Bento, na altura do Parque Infantil.

De lá, a comitiva desceu a mesma São Bento e parou em frente à Prefeitura, onde foi recebida pela população durante o ato público de encerramento da festa, com a participação, também, de várias autoridades e de torcedores.

Mérito

O técnico da equipe, Leonardo Mendes, enfatizou a importância da conquista da Copa Libertadores, graças, também, conforme disse, ao trabalho da comissão técnica.

 “A meta, a partir de agora, é descansar e já pensar em 2016”, disse Leonardo. Entre outras competições, o título na Colômbia garantiu à Ferroviária/Fundesport a vaga para o Mundial Interclubes de 2016, que será disputado no Japão, segundo Mendes, em data ainda a ser definida pela Fifa.

Histórico

A delegação campeã da América do Sul foi constituída pelas seguintes atletas: Amanda Carolina, Daiane Rodrigues, Mimi Souza, Ana Barrinha, Thais Helena, Nuty Silveira, Bruna Almeida, Adriane Nenê, Isabela Queiros, Cacau Fernandes, Naiarah Inojo, Paty Paduim, Kemily Matias, Thaini Dias, Juliana Cardoso, Tabatha Silva, Luana Sartori, Rafaela Cristina, Juliana Bianchi e Nicoly Silva.

Já a comissão técnica teve o treinador Leonardo Mendes, o fisiologista Márcio Ferreira, o preparador físico José Carlos Rosa, o fisioterapeuta Zequinha Belisário, o médico Leonardo Cunha, o coordenador de futebol Douglas Onça e o gestor César Molina, além do repórter-fotográfico Tetê Viviani.

O título inédito para Araraquara e o Brasil foi conquistado pelas Guerreiras na final de domingo (8), após a vitória por 3 a 1 sobre o Colo Colo do Chile, em jogo disputado no estádio Atanásio Girardot, em Medellín.

Antes, a FerroviáriaFundesport havia ultrapassado o São José do Brasil por 1 a 0, na partida semifinal do torneio. Também vinha de um empate de 0 a 0 com a Urquiza da Argentina e das goleadas contra o Colón do Uruguai por 4 a 0 e o Espuce do Equador por 5 a 0, nos jogos da primeira fase.

Números

Campeã internacional com todos os méritos, a equipe grená terminou, portanto, a competição de forma invicta, com quatro vitórias e um empate, marcando 13 gols e tomando apenas 1, em cinco jogos.

Os outros dois campeões brasileiros da Copa Libertadores da América do Sul foram o Santos FC, em 2009 e 2010, e o São José, em 2011, 2013 e 2014, porém, em edições disputadas no Brasil.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil