Ferroviária mostra força, vence por 3 a 0 em Campinas e assume liderança da chave

13.02.2016
Ferroviária mostra força, vence por 3 a 0 em Campinas e assume liderança da chave

Jogando com personalidade e mostrando um bom futebol, time não deu bola ao Red Bull e ganhou sua primeira partida fora de casa no campeonato

Desfalcada do atacante Tiago Adam, que acusou uma contratura pouco antes da partida e foi substituido por Caíque, a Ferroviária Jogou contra o bom time do Red Bull Brasil no Moisés Lucarelli, em Campinas, e mais uma vez mostrou um grande futebol, propondo o jogo desde os primeiros movimentos da partida, e abrindo o placar logo aos 20 segundos, depois de um início avassalador.

A jogada começou com um lançamento longo do zagueiro Wanderson, que achou Tallyson em velocidade pela esquerda, nas costas da defesa da equipe campineira. O bom cruzamento foi aparado por Caíque, que apenas rolou para a boa chegada de Fernando Gabriel, e o meia, com categoria bateu no contra pé do goleiro Saulo.

Em vantagem  no placar a Ferroviária continuou dominando as ações em campo, criando algumas oportunidades e incomodando bastante a defesa de um Red Bull, que não conseguia se acertar dentro das quatro linhas.

O domínio da equipe grená continuou sem maiores sobressaltos até os 34 minutos de jogo, quando um lançamento saído do meio campo do Red Bull deixou Roger cara a cara com o goleiro Rodolfo, que saiu bem do gol e se jogando ao chão desarmou  o atacante. Roger caiu, e o juiz marcou penalti para o Red Bull, começando uma grande confusão em campo.

Cerca de quatro minutos depois de muito bate boca e protestos, o juiz Vinicius Furlan  voltou atrás na marcação, corrigindo um erro que poderia resultar na segunda penalidade mal marcada contra a Ferroviária no campeonato - a outra foi na partida de estréia do time, contra o Água Santa, em Diadema, e causou a derrota do time.

Logo depois do polêmico lance o Red Bull reagiu, começou a ganhar o meio campo e tentar acuar a Ferroviária, que recuou, tomou alguns sustos, mas levou a partida em banho maria e terminou o primeiro tempo com vantagem no placar.

No segundo tempo, como era de se esperar, o Red Bull partiu pra cima da defesa afeana fazendo uma verdadeira blitz contra o time de Araraquara e criando três boas chances de gols. Aí chegou o momento de Rodolfo mostrar porque é o titular do goal afeano, e ele fez grandes defesas, esfriando a reação do time da casa..

Bem postada em campo a Ferroviária, aos poucos, conseguiu reequilibrar as ações, saindo um pouco de trás e passando a correr menos riscos. Aos 16 minutos o prêmio ao esforço do bom time treinado por Sérgo Vieira. Em uma bola disputada pelo alto na lateral direita da intermediária do Red Bull um chutão de um defensor do time campineiro saiu contra o próprio patrimônio, e achou Caíque na entrada na área. 

O atacante dominou com categoria, limpou para a perna esquerda e bateu colocado no canto direito, longe do alcance de Saulo, marcando o 2º gol da Ferroviária.

Com 2 a 0 no placar o time de Araraquara recuou um pouco suas linhas, começou a marcar o Red Bull no campo de defesa, e passou a jogar no erro do adversário e buscando o contra ataque. O Red Bull, por sua vez, se lançou desesperadamente ao ataque, pressionando o time de Araraquara, mas exagerando nas bolas altas alçadas contra a área. 

E o desespero do Red Bull custou caro logo aos 31 minutos, quando Rafinha - que tinha entrado a poucos instantes no jogo - mostrou porque é o xodó da torcida, fez uma grande jogada pelo meio da defesa do time adversário, abriu pela esquerda e bateu forte, batendo o bom goleiro Saulo. Ferroviária 3 a 0 pra cima do RB Brasil. 

O gol foi uma ducha de água fria no Red Bull, que se desmanchou em campo e os últimos 15 minutos de jogo foram disputados sem maiores chances de gol.

Agora com 9 pontos ganhos e três vitórias consecutivas, a Ferroviária assume a liderança de sua chave no Paulistão. O time afeando é vice-líder do torneio, atrás apenas do Corinthians, que venceu por 2 a 0 o São Paulo neste domingo, 14, no Itaquerão.

O próximo compromisso da Ferroviária acontece no próximo dia 21, domingo, contra o próprio Corinthians, na Arena da Fonte.

 

Ficha técnica:

Red Bull Brasil 0  x   3 Ferroviária

Fase de Grupos - 4ª rodada

Estádio Moisés Lucarelli - Campinas (SP)

Árbitro - Vinicius Furlan

Renda - R$ 22.035,00

Assistentes - Anderson Jose de Moraes Coelho e Risser Jarussi Corrêa

Público - 1.382 torcedores

Cartões Amarelos

Red Bull Brasil: Luan, Misael, William Magrão, Willian Rocha

Ferroviária: Juninho

Gols

Ferroviária: Fernando Gabriel 0' 1T, Caíque 16' 2T, Rafinha 31' 2T

Equipes:

Red Bull Brasil

Saulo; Éverton Dias, Dráusio (Edmilson), Diego Sacoman e Willian Rocha; Luann (Breno Lopes), Nando Carandina, Willian Magrão e Thiago Galhardo (Igor Sartori); 

Misael e Roger.

Técnico: Maurício Barbieri

Ferroviária

Rodolfo; Igor Julião, Wanderson, Marcão e Thallyson; Juninho, Samuel (Rafinha), Rafael Miranda e Fernando Gabriel (Danielzinho); Wescley e Caíque (Tiago Marques).

Técnico: Sérgio Vieira

Revista Cidade

Publicidade

Brasil