Ferroviária larga na frente na Copa do Brasil

17.03.2016
Ferroviária larga na frente na Copa do Brasil

Vencendo o Salgueiro pelo placar mínimo, Locomotiva não tomou gols e abriu boa vantagem para a partida de volta

Não foi nada fácil, o Salgueiro mostrou qualidade, deu muito trabalho, mas a Ferroviária -jogando com um time misto - mostrou competência, calma, superação e voltou a vencer, largando na frente na decisão de duas partidas da Copa do Brasil.

O 1 a 0 registrado na Arena da Fonte foi muito importante para as âmbições da Ferroviária na competição. Mais importante do que ter vencido o jogo, porém, foi não ter tomado gols em casa, o que dá ao time grená uma vantagem considerável para a partida de volta.

E isso, porque para cada gol que a Ferroviária fizer na segunda partida entre as equipes, o Salgueiro terá que marcar dois - o regulamento da Copa do Brasil premia o time que marca gols fora de casa. 

O jogo da volta será em 6 de março, no Cornélio de Barros. E como dito acima, caso seja derrotada por um gol de diferença, mas marque em Pernambuco (2 a 1 em diante), a Ferroviária também se classificará para enfrentar Fluminense ou Tombense.

O Salgueiro, conhecido como o Carcará do Sertão, precisa de um triunfo por dois ou mais gols de diferença para avançar nos 90 minutos. 

Outro ponto positivo desta quinta-feira é que a Locomotiva voltou a mostrar bom futebol - especialmente na etapa final - recuperando-se das derrotas consecutivas no Paulistão.

Thiago Marques foi o autor do gol que deixa o time de Araraquara a um empate de avançar de fase.

Ficha técnica:

Ferroviária 1 X 0 Salgueiro

Local - Arena da Fonte Luminosa

Árbitro - Bruno Rezende Silva (GO)

Assistentes - Marcio Soares Maciel (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Público - 1.961 pagantes

Renda - R$ 27.075,00

Cartões Amarelos: Matheus Rossetto (Ferroviária)

 

Ferroviária-SP

Rodolfo;

Igor Julião (Luiz Gustavo), Luan, Marcão e Thallyson;

Matheus Rossetto (Tiago Marques), Rafael Miranda, Danielzinho, Wescley (João Paulo) e Fernando Gabriel;

Caíque.

Técnico: Sérgio Vieira

 

Salgueiro-PE

Mondragon; 

Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Daniel (Paulinho Mossoró); 

Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Berger (Jhon) e Cássio Ortega (Toty); Piauí e Lucas Piauí.

Técnico: Sérgio China

Foto: Divulgação

Revista Cidade

Publicidade

Brasil