Domingo tem Teatrada, com a peça Era uma vez um Tirano

27.07.2019
Domingo tem Teatrada, com a peça Era uma vez um Tirano

Inspirado no livro homônimo de Ana Maria Machado, o Sesc Araraquara apresenta no próximo domingo (28), o espetáculo Era Uma Vez um Tirano, com o Grupo Prole de Teatro. A apresentação começa às 11h30 e os ingressos começam a ser distribuídos a partir das 9h30, com ingressos variando de gratuitos à R$10.

Na peça, três crianças criativamente conseguem acabar com a tirania que muda a vida dos habitantes e atrapalha a liberdade das pessoas. Utilizando da imaginação da plateia e da brincadeira proposta pelos atores, os personagens vão sendo criados em cena com a trilha sonora ao vivo do compositor Alexandre Mello e a iluminação de Felipe Tchaça, que dão o tom dessa grande brincadeira entre artista e plateia.

O livro de Ana Maria Machado foi lançado pela editora Salamandra em 1982, e chegou a receber uma leitura dramática na Alemanha pela importante companhia do dramaturgo Bertold Brecht, o BerlinerEnsemble, em 2002. “As proibições do Tirano, lembradas no livro, estavam na memória recente de todos. E não vigoravam apenas no Brasil, mas em vários outros países vizinhos. Minha proposta para vencer a situação era simbólica, naturalmente. Mas tinha a ver com o caminho em que eu acreditava: uma festa feita com a união de toda a nação, nas suas diferentes etnias e gerações, com os recursos da memória e da criatividade artística, e com a pureza e coragem das crianças”, relata a autora Ana Maria Machado em texto publicado na segunda edição do livro. 

Ao encenar este texto, o Grupo Prole propõe refletir junto ao público sobre assuntos que tanto preocupam e permeiam discussões contemporâneas - democracia, cidadania, acesso à arte, direitos do cidadão, liberdade de expressão, a importância do diálogo entre pessoas que tem ideias diferentes, formação do povo brasileiro, entre outras.  Para contar esta história de assuntos tão adultos e que se refere a um período político da nossa história tão complexo, a encenação joga com a imaginação das crianças e da brincadeira de atores que vão criando personagens e cenários. Neste jogo o elenco se coloca ludicamente diante não apenas dos efeitos da tirania, mas também diante do desejo de ser o tirano. Isso nos leva a pensar também sobre as pequenas tiranias e radicalismos que cometemos. E como somos individualmente responsáveis por, em nossas ações sociais, cuidar do espaço público e dos direitos democráticos. Não através do ódio, mas do diálogo e do respeito ao direito de pensar e ser diferente.

 

"Era uma vez um Tirano..." estimula o público a refletir sobre o momento que vivemos, a partir do que ocorreu no passado, e dialogar não apenas sobre a questão da democracia, mas também refletir sobre as pequenas tiranias que nos cercam e a responsabilidade que temos em preservar o respeito.

O Grupo Prole foi fundado em 2005, pelas atrizes e produtoras Fernanda Assef e Bruna Aragão. Desde sua fundação o grupo se dedicou a pesquisa da dramaturgia brasileira e o dialogo de grandes escritores nacionais com a realidade sócio-politicado país e nossas angústias como artistas e cidadãos.

 

Serviço:

Espetáculo Era uma vez um Tirano

Dia: 28/7, domingo

Horário: 11h30

Local: Teatro

Classificação: Livre

 

Ingressos

R$ Grátis (Credencial Plena e Crianças até 12 anos);

R$ 5,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante);

R$ 10,00 (Inteira / Credencial Atividades).

Retirada de ingressos a partir das 9h30 do dia do espetáculo.

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil