De virada é mais gostoso!

04.02.2016
De virada é mais gostoso!

Vitória na volta ao Paulistão. Ferroviária vence Mogi na Arena e arranca no campeonato

Foi suado, brigado, de virada, mas na bola e jogando um bom futebol. Assim foi a reestréia em casa da Ferroviária na principal divisão do futebol Paulista, na noite desta quinta-feira, 4, diante do Mogi Mirim. E o resultado final, 2 a 1 para os afeanos não retratou exatamente o que foi o jogo. Ficou barato para o Mogi.

Jogando bem, marcando com precisão, na bola e acuando o adversário em seu próprio campo a Ferroviária envolveu completamente o Mogi Mirim desde o o início da partida, criando boas chances e fazendo por merecer a abertura do placar.

A partida seguia assim, com o Mogi recuado e tentando construir alguma jogada de ataque abrindo as bolas pelas pontas, principalmente nas costas de Igor, lateral direito do time araraquarense. Nada, porém, que assustasse o torcedor afeano. 

O jogo estava tão favorável para a AFE que chegava a assustar o torcedor, receoso do estrago que um contra ataque isolado do Mogi poderia causar na equipe. E quase que o fantasma se materializou, quando uma bola alçada nas costas da defesa do time araraquarense, explodiu na trave direita do goleiro Rodolfo, e no rebote não teve perdão: um a zero Mogi, gol de Roni. O relógio marcava 21 minutos da 2ª etapa.

O bandeirinha, deve-se dizer, foi muito bem lance, já que o lateral Igor dava total condição ao atacante do Mogi.

O gol assustou a torcida de Araraquara, que protestou por alguns minutos, mas logo depois pareceu sentir o baque do resultado adverso. Foi então que o técnico Sérgio Vieira mexeu no time, colocando o atacante Rafinha para incendiar a partida.

E o time afeano não se abateu, continuando a fazer seu jogo, buscando as triangulações na frente e forçando as jogadas pela direita com Rafinha, que entrou muito bem na partida.

O Mogi tentava sair de trás, mas a Ferroviária marcava bem sua saída de jogo, e de tanto pressionar foi premiada com uma bela triangulação na entrada da área adversária, que culminou com Tiago Marques achando Rafinha bem colocado, e ele, com calma, limpando toda a defesa do Mogi com apenas um toque e batendo de esquerda, tirando do bom goleiro Daniel e empatando o jogo, cinco minutos depois do gol do Mogi.

Com o placar igual a torcida acordou, incendiou o time e a Ferroviária se lançou ao ataque, martelando a defesa do Mogi até conseguir a virada, em mais um belo gol de Rafinha, aos 35 minutos.

Vitória no retorno ao Paulistão à cidade, e alívio ao bom time construido por Sérgio Vieira. O proximo desafio da AFE será aqui mesmo, na Arena, contra o Rio Claro. Ojogo está marcado para a próxima quarta-feira, dia 10, às 21h45, e a vitória é fundamental para que o time arranque para uma boa campanha.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil