Bixiga 70 apresenta seu som cosmopolita no Sesc

22.03.2018
Bixiga 70 apresenta seu som cosmopolita no Sesc

No embalo das big bands contemporâneas que o Sesc programou para março, chegou a vez do Bixiga 70 apresentar, com uma atitude despretensiosa e sem limites para o improviso e a dança,  seu som cosmopolita de países como Gana e Nigéria, dos tambores dos terreiros, da música malinké, da psicodelia e do dub

Dez músicos em suas identidades pessoais, dentro de um coletivo que engloba jazz, funk e música afrobrasileira, a partir de influências que passa por dub e reggae, cumbia e carimbó, ethio-jazz e samba-jazz. Empolgante máquina de ritmo, construindo-se em frases e solos, harmonias e dinâmicas, claves e improvisos. Altamente dançante, entre senso de humor e pensamentos políticos, o som da unidade formada por dez elementos é música instrumental, profundamente eloquente. E com essa energia a big Band Bixiga 70 se apresenta na Convivência do Sesc Araraquara na próxima sexta (23), a partir das 20 horas. A entrada é franca e não haverá retirada de ingressos.

Vindos das mais variadas frentes musicais, Bixiga 70 é formado pelos músicosDécio 7 (bateria), Marcelo Dworecki (baixo), Cris Scabello(guitarra), Mauricio Fleury (teclado e guitarra), Rômulo Nardes e GustávoCék (percussão), Cuca Ferreira(sax barítono), Daniel Nogueira (sax tenor), Douglas Antunes (trombone) e Daniel Gralha (trompete). Os integrantes também são membros de outros grupos como RockersControl, Projeto Coisa Fina, Pipo Pegoraro, entre outros.

O nome da banda está relacionando ao endereço do estúdio onde o conjunto nasceu: o número 70 da rua Trezede Maio. Considerado por muitos como o berço do samba paulistano, o bairro do Bixiga tambémhospeda e alimenta a imaginação desses dez músicos que buscam estreitar os laços entre o passado e ofuturo através de uma leitura da música cosmopolita de países como Gana e Nigéria, dos tambores dosterreiros, da música malinké, da psicodelia, do dub e de uma atitude despretensiosa e sem limites para oimproviso e a dança.

O primeiro álbum, lançado no fim do ano de 2011, foi aclamado por público e crítica, figurandonas principais listas de melhores discos do ano em diversos veículos nacionais.As apresentações, sempre repletas de energia, renderam ao Bixiga 70 convites para shows em festivais importantes do Brasil, como o palco principal da Virada Cultural de SãoPaulo em 2012, Rec Beat 2012 e Porto Musical 2013 em Recife, Nova Consciência em Campina Grande,Festival de Inverno de Garanhuns, Conexão Vivo, entre outros.Ainda em 2012, participou do festival de afrobeatFelabration em Amsterdam ao lado de figurasimportantes deste cenário como Tony Allen, JungleBy Night e WoimaCollective.

Em 2013, em turnê na Europa, Suécia, Dinamarca, Alemanha, Holanda eFrança foram os países escolhidos na nova temporada pelo continente. Destaque para as apresentaçõesno renomado “Roskilde Festival “(Roskilde, Dinamarca) e no “AuxHeures d'Eté”(Nantes, França).No ano de 2014, a big band ganhou, na categoria “Revelação”, o 25º Prêmio da Música Brasileira eretornou de mais uma turnê internacional, “Ocupaí”.

 

Serviço

Show Bixiga 70

Dia: 23/3, sexta

Horário: 20h

Local: Convivência

Classificação: Livre

Grátis

Revista Cidade

Publicidade

Brasil