Biblioteca Ferroviária visa incentivar a leitura entre os atletas do clube

26.07.2016
Biblioteca Ferroviária visa incentivar a leitura entre os atletas do clube

O hábito da leitura é um dos mais importantes para o desenvolvimento do intelecto e o caminho mais curto para adquirir conhecimento. Baseada nesse conceito, a Ferroviária busca ir além dos gramados, estimulando os jovens atletas a mergulhar no mundo da literatura.

O projeto “Biblioteca Ferroviária”, surgiu de uma reunião entre comissões técnicas e coordenação, como uma das ferramentas para cumprir o objetivo de formar atletas conscientes, e que aprendam algo a mais do que o futebol. No projeto, a bola dá lugar ao conhecimento. 

“Percebemos que os jogadores tinham interesse pela leitura. Emprestamos alguns livros e vimos que a receptividade era boa. Ao contrário do que as pessoas pensam, os atletas gostam de ler e se interessam pela literatura”. Explicou o coordenador geral da base, Roberto Braga, um dos idealizadores do projeto.

O que a princípio era apenas um projeto ambicioso, com o passar do tempo foi tomando forma. Graças a parceiros e colaboradores, os atletas e funcionários do clube já possuem um grande acervo de livros e bibliografias.

“Estamos recebendo livros de todos os gêneros, não só relacionados ao futebol. Recebemos doações de diversos parceiros que aderiram à causa - Gustavo Hofman (jornalista da Espn), Editora Grande Área (principal editora de livros relacionados ao futebol), instituto Guga Kuerten, entre outros que estão chegando.

Ainda em fase de testes, na próxima semana será implantado o sistema de retirada e devolução dos livros. Além disso, um espaço físico dentro do clube, também deve ser instalado em breve. Tudo para facilitar o acesso ao conhecimento.

Participe
Doando livros, torcedores e comunidade também podem colaborar e fazer parte do projeto. As doações são recebidas na sede do clube, na Avenida Agrimensor João Luiz Molina Gil, S/N, na Fonte Luminosa. Através de e-mail, os interessados também podem entrar em contato e fazer a sua contribuição (roberto.braga@ferroviariasa.com.br).

“É um projeto significativo. Durante muito tempo se achou que o papel do jogador era apenas jogar bola, e hoje se percebe que, um atleta inteligente dentro e fora do jogo, tem mais chances de atingir o sucesso na carreira profissional, seja ela qual for. Dentro desta ótica, é papel do clube gerar o estímulo para os jogadores da base, é um incentivo a mais para formar jogadores mais completos.” Finalizou Roberto.

Foto e Texto: Thiago Carvalho/Assessoria AFE

Revista Cidade

Publicidade

Brasil