Visitar o Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria é uma viagem ao passado

02.10.2015
Visitar o Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria é uma viagem ao passado

Exposição apresenta diversas máquinas fotográficas, de vários modelos e épocas diferentes

Aberto ao público em dias úteis e integrando o projeto Museus aos Domingos, o Museu Voluntário da Pátria disponibiliza um pouco da história fotográfica através dos tempos. São aproximadamente 20 máquinas fotográficas, de vários modelos e épocas diferentes. Painéis também fazem parte da exposição e revelam um pouco da história, com o desenvolvimento dos temas: a pré-história da fotografia, os pais da fotografia, fotógrafos europeus vêem a América do Sul, os primeiros passos da fotografia de amadores, e a fotografia como hobby de milhões de pessoas.

Lambe-Lambe

Dentre os profissionais que podemos destacar na história da fotografia estão os fotógrafos Lambe-Lambe, que foram cronistas dos espaços públicos nas cidades brasileiras, a partir do século XIX, e tiveram um importante papel na democratização e popularização do retrato fotográfico da sociedade.

O termo Lambe-Lambe provém do costume de colocar a chapinha de vidro, que continha o formato da fotografia a ser batida, entre os lábios, de modo que o fotógrafo, na hora de bater a fotografia, reconhecesse facilmente o verso e anverso. Fazer a prova era necessário porque a chapa era colocada na máquina com o lado sensível para a frente da pessoa que vai ser fotografada.

Hoje se usa a chapa de plástico rígido, para fotografias, assim, para se reconhecer avesso e frente, basta colocar o polegar sobre a chapinha. O lado emulsionado marco o dedo e, desse modo, o fotógrafo evita bater fotografias erradas.

História desconhecida

Virgínia de Gobbi, coordenadora do Museu, lembra que não se sabe ao certo quando, nem quem inventou a máquina fotográfica. “Temos conhecimento que em muitos países da Europa – como França, Inglaterra, Alemanha e Suíça – os mais diferentes pesquisadores tentavam, independente um do outro, ‘captar a imagem desenhada pelo sol’ com emprego de recursos químicos”.

Segunda ela, são considerados os pioneiros, por terem criados alguns aparelhos no século XIX: Hoseph Nicéphore Niépce, Louis Jaqcques Mande Daguerre, William Henry Fox Talbot, Hippolyte Bayard e Antonie Hercules Romuald Florence.

“A introdução de chapas secas de extrema sensibilidade, fabricadas industrialmente, foi a base para a ampla expansão da fotografia. Entretanto, foi a partir de 1887, com a invenção do filme em rolo à base de celulóide, por Hannibal Goodwin, que a fotografia tornou-se o passatempo de milhões de pessoas”, aponta Virgínia.

O Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria fica localizado na Praça Pedro de Toledo, no Centro de Araraquara, sem número.

Serviço:

- Museus aos Domingos apresenta exposição de câmeras fotográficas

Local: Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria (Praça Pedro de Toledo, s/nº - Centro – fone: 3322-4887)

Horário de visitação: de segunda à sexta-feira, das 12h15 às 17h45; aos sábados, das 9 às 12 horas

Entrada gratuita

Revista Cidade

Publicidade

Brasil