Segunda parte de uma trilogia, longa O Signo das Tetas é destaque no Sesc

04.11.2017
Segunda parte de uma trilogia, longa O Signo das Tetas é destaque no Sesc

Produção foi ganhadora do prêmio de Melhor Filme na mostra do filme Livre (2016), e ficou entre os selecionados da Mostra Tiradentes (2015) e Indie Brasil (2015).

O Sesc Araraquara exibe no próximo domingo (5), às 14 horas, o filme “O Signo das Tetas”, dirigido pelo cineasta brasileiro Frederico Machado. Norteado pela primeira lembrança física da mãe (Maria Ethel), o protagonista (Lauande Aires) realiza um percurso visceral em meio à vastidão do interior maranhense. Aqui, a narrativa se constrói a partir de uma visão onírica da histórica desestruturação familiar e social do nordeste brasileiro.

O longa é a segunda parte de uma trilogia, a "Trindade Dantesca", precedido pela produção “O exercício do caos” (2012). A última parte, “As Órbitas da Água”, ainda será filmado. A trilogia é inspirada na obra literária do poeta maranhense Mauro Machado, pai do cineasta.

Um homem, no limite entre razão e loucura, está em busca de seu passado. No interior do Maranhão, ele percorre cidades, conhece pessoas e reencontra signos de sua vida, um possível caminho para a salvação. aposta em construções fragmentadas, silenciosas, que desenham aos poucos uma narrativa

 

Prêmios e indicações

MELHOR FILME - MOSTRA DO FILME LIVRE 2016

SELEÇÃO OFICIAL - MOSTRA TIRADENTES - 2015

SELEÇÃO OFICIAL - INDIE BRASIL 2015

 

O signo das tetas

Dir.: Frederico Machado

Brasil | 2015 | 68 min

Dia 5, domingo, às 14h. Teatro. Classificação 16 anos. Grátis 

Retirada de ingressos 1 hora antes do início da sessão.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil