Museu da TAM pode ficar até cinco anos fechado

03.02.2016
Museu da TAM pode ficar até cinco anos fechado

Em carta divulgada nessa terça-feira, 2, o o presidente do museu da TAM, João Amaro, explicou  que pretende modernizar e transferir toda a estrutura para São Paulo em até cinco anos. Amaro garantiu que o fechamento do museu é temporário. Informações circuladas nas últimas horas dão conta de que funcionários da unidade foram demitidos, mas o número não foi divulgado.

De acordo com o texto, o recesso já estava previsto nos nossos planos de mudança estrutural da empresa. "Quis o destino que uma conjuntura de receita em queda e custos em alta em todo o setor aéreo precipitasse a suspensão das atividades do museu e a discussão estratégica sobre sua modernização e sua mudança de local”.

Faria parte do plano de reestruturação elaborado a abertura para a captação de patrocinadores - inclusive de outras empresas aéreas -, visto que o museu já não conseguia captar recursos de renúncia fiscal do governo federal, pela Lei Rouanet.

Maior instituição de companhia aérea voltada para aviação em todo o mundo o museu da TAM foi inaugurado em novembro de 2006 com pouco mais de 30 aeronaves expostas, e fechado dois anos depois para ampliação.

Reinaugurado já com 72 aeronaves - agora de forma oficial - em 12 de junho de 2010, o museu recebeu muitas doações e no momento de seu fechamento já eram 90 os modelos em exposição e mais 30 aguardando o trabalho de restauração.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil