Georgia Palomino e Carlos Fonseca levarão seus solos a festival na cidade de Brescia, na Itália

05.07.2019
Georgia Palomino e Carlos Fonseca levarão seus solos a festival na cidade de Brescia, na Itália

Dois artistas de Araraquara, ambos atuantes na Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira, embarcam na próxima semana para a Itália, onde participam do Festival de Dança "Orizzontale, incontri per estar": Georgia Palomino e Carlos Henrique Fonseca. O festival será realizado entre os dias 10 e 14 de julho, na cidade de Brescia, no espaço Palazzo Caprioli.

"Orizzontale, incontri per estar" é um projeto da bailarina, coreógrafa e professora de dança araraquarense, professora do Programa de Pós-graduação em Dança da UFBA, Gilsamara Moura, com direção de Margherita Baratti. A proposta é levar o trabalho de artistas latino-americanos num grande encontro que promete trocas muito enriquecedoras para todos os participantes. O evento conta com a colaboração do Grupo Gestus, de Araraquara e apresenta bailarinos brasileiros, chilenos e italianos.

Carlos Henrique Fonseca - bailarino, coreógrafo, professor de dança, pesquisador e diretor teatral - apresenta "E se eu tirar agora do meu bolso uma emoção descartável?", solo que resulta de um exercício dialógico entre diferentes dimensões textuais.

Com base em alguns poemas do poeta Eliézer Santos, seu companheiro, o bailarino propõe o entrelaçamento de textos coreográficos e improvisacionais num corpo que permite se atravessar por imagens, sensações, emoções e sonoridades provenientes destes poemas, partilhando acontecimentos, percepções, anseios e posições políticas. Eliézer Assina a criação e a edição da trilha sonora de "E se eu tirar agora do meu bolso (...)".

Carlos é graduado em Ciências Sociais, Mestre, com Doutorado em andamento em Estudos Literários com ênfase em Literatura Portuguesa Contemporânea, e tem como principal área de interesse os diálogos interartes na contemporaneidade. Atualmente, o bailarino coordena as produções artísticas da Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira. Foi bailarino do Grupo Gestus, criou e dirigiu a Cia. Ditirambo de Dança Contemporânea.

A performer araraquarense Georgia Palomino – também foi bailarina do Grupo Gestus e é professora da Escola Municipal de Dança -  leva para a Itália a sua "Ella – A Comportada", projeto artístico idealizado em 2016 que surge alicerçado nas inquietações desta mulher madura, fruto das suas reflexões e buscas pelas desconstruções de paradigmas sobre gênero e o "sujeito" mulher.

Na construção dessa jornada, artistas de várias áreas, são chamados a participar do projeto "Ella", formando uma rede de parcerias que alimentam as diferentes linguagens artísticas que o projeto abarca. Desde intervenções, ora urbanas, ora em espaços alternativos, do audiovisual, às plataformas digitais, surgem os desdobramentos "Ella a civilizada", "Ella a reportada", "Ella a Hospedada" e o vídeo arte "Experimento Ella a Comportada".

Assim se consolida a persona "Ella" que na sua errância, nos encontros e suas relações, ínsita, provoca e denuncia a condição da mulher na sociedade patriarcal. Para Itália, Georgia leva "Ella a 7 chaves", com direção de Weber Fonseca. Os segredos são guardados a sete chaves e cada chave abre a comunicação entre os mundos: performer e público compartilham impressões/emoções; Ella dança segredos desvelados, confissões simbólicas, imagéticas e acredita que alteridade também é arma de luta.

Os bailarinos viajam com recursos próprios e embarcam na próxima semana para apresentação de seus solos e também para a coordenação de oficinas no festival.

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil