Emicida é atração da semana na cidade

27.03.2017
Emicida é atração da semana na cidade

Músico apresenta o disco “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa”, com canções gravadas em Angola e Cabo Verde, com instrumentistas locais. Ingressos à venda nas bilheterias e no Portal do Sesc

Mais do que uma vontade antiga, botar os pés na África era para Emicida quase um chamado de sua ancestralidade. Há anos, sem nem imaginar que o projeto se transformaria em um capítulo de sua carreira, o músico vinha pesquisando o continente, seus ritmos, seu povo, sua história e de que maneira ela se funde com a do Brasil, a história que nunca foi contada nos livros da escola. 

Em março de 2015, ano em que Emicida celebra sua primeira década de carreira e que países da África lusófona celebram 40 anos de independência, tudo conspirou, incluindo a seleção do projeto pelo programa Natura Musical, para que o músico conseguisse, ao lado do produtor do álbum, Xuxa Levy, desembarcar em Cabo Verde e Angola.  

Feita a conexão com instrumentistas locais, foi com eles para o estúdio, e de lá saiu com “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa” (Laboratório Fantasma/Natura Musical). O título, aliás, sintetiza a essência dessa viagem que rendeu não só mais um disco, mas também um encontro com suas raízes e uma transformação em sua vida. “Durante a viagem, esses pontos do título foram imagens muito fortes na minha mente: crianças sorrindo, quadris dançando, pesadelos em volta deles, tentando roubar a alegria que lhes restou, e no meio de tudo isso cada um cumpria suas obrigações, fazia sua lição de casa. Achei que no meio de tanta informação poderia ter um título que apontasse essas imagens todas, como uma lista de coisas que encontrei", diz Emicida. 

Foram 20 dias de viagem, com passagens por Praia (Cabo Verde) e Luanda (Angola), e mesmo que algumas faixas tenham sido gravadas no Brasil, a África, é claro, se faz presente de maneira intensa em todo o álbum. Em “Mufete”_nome de um prato típico de Angola_, Emicida traz no refrão quebradas das cidades que visitou. A percussão na faixa fica a cargo de João Morgado, conhecido instrumentista de semba, ritmo africano considerado por muitos o pai do samba. 

Outro angolano no disco é Ndu Carlos, na bateria em “Passarinhos, na bateria e dikanza em “Chapa”, e na percussão em “Mandume” e “Madagascar”. De Cabo Verde, marcam presença em “Chapa” as Batucadeiras do Terrero dos Órgãos, representantes do batuko, ritmo símbolo da cultura cabo-verdiana. “Casa” tem um coral de crianças da escola Penta Grana.

Guitarrista de Cesária Évora por 14 anos, Kaku Alves aparece na guitarra em “Passarinhos”, no violão em “Madagascar” _faixa que também tem a cantora Fattu_ e no violão e no cavaco em “Chapa”. Destaque ainda para “Mãe”, com Anna Tréa e dona Jacira, em mais uma emocionante participação com o filho _ela já havia aparecido em “Crisântemo”, de “O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui” (2013). 

Completando o time de convidados estão Vanessa da Mata (“Passarinhos”), Caetano Veloso (“Baiana”) e também novos nomes do rap, como J. Ghetto (“Boa Esperança”) e Drik Barbosa, Rico Dalasam, Amiri, Raphão Alaafin e Muzzike (“Mandume”). O poeta Marcelino Freire foi convidado por Emicida para interpretar seu poema “Trabalhadores do Brasil”, do qual o rapper é fã. 

O disco chegou a público com patrocínio do primeiro edital Natura Musical dedicado exclusivamente à cena paulista, com apoio do Proac, num projeto que incluiu também shows de lançamento em São Paulo (dias 21, 22 e 23 no Sesc Pinheiros) e interior paulista.  Agora, o Sesc Araraquara recebe o cantor em apresentação no ginásio de eventos, na próxima quinta-feira (30), às 21 horas. Os ingressos estão à venda nas bilheterias e no Portal do Sesc e custam entre R$6 e R$20 reais.

 

Serviços

Show EMICIDA

Dia: 30/3, quinta

Horário: 21h

Local: Ginásio

Classificação: Livre

 

Ingressos:

R$ 6,00 (Credencial Plena);

R$ 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante);

R$ 20,00(Inteira / Credencial Atividades).

Revista Cidade

Publicidade

Brasil