Dois filmes nacionais na programação do projeto Imagens em Movimento.

12.02.2018
Dois filmes nacionais na programação do projeto Imagens em Movimento.

Por princípio, o cinema se dedica à representação do movimento. Assim, o corpo em ação é sujeito dos filmes e objeto do olhar das câmeras desde a invenção desses dispositivos. Estima-se que mais de quatro mil produções sobre esportes já tenham sido rodadas.  Em fevereiro, o Sesc convida o publico a assistir a algumas dessas produções em nossa sala de exibição – que neste verão se transforma, a cada sessão, em piscina, ringue, pista, quadra, campo. 

Depois da exibição de Azul Profundo (2012), primeiro longa desta seleção, nos próximo dias estarão em cartaz na sala de cinema do Sesc Araraquara dois documentários: Aqualoucos (2017), uma produção nacional dirigida por Victor Ribeiro, e Monstros do Ringue (2015), além do longa Meninos de Kichute (2014). 

Monstros do Ringue revela a história do telecatch – luta livre - no Brasil. Com o apoio de muitas imagens de arquivo, o filme resgata histórias e personagens como Aquiles, Belo e Mr. Argentina para contar o passado de glória da luta livre no país, além de retratar o momento atual, com as principais equipes em atividade. O filme será apresentado na terça-feira de carnaval (13), às 14h.

Por fim, Meninos de Kichute, de Luca Amberg, conta a história de Beto, um menino de 12 anos que vive em um bairro operário de Londrina nos anos 1970. Seu grande desejo é se tornar jogador de futebol - o goleiro da seleção brasileira. No entanto, seu sonho esbarra no radicalismo do pai, que vê o jogo como um grande pecado.

 

Monstros do ringue

Dir.: Marc Dourdin

Brasil | 2015 | 87 min. 

Dia 13, terça (Carnaval), 14h. Teatro. Classificação 12 anos.

Retirada de ingressos 1 hora antes do início da sessão.

 

Meninos de kichute

Dir.: Luca Amberg

Brasil | 2014 | 100 min. 

Dia 18, domingo, 14h. . Teatro. Classificação 12 anos.

Retirada de ingressos 1 hora antes do início da sessão.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil