Cinema - Sesc exibe Ralé no Festival Ponto de virada

24.10.2016
Cinema - Sesc exibe Ralé no Festival Ponto de virada

No roteiro cinematográfico, o ponto de virada é um momento de conflito, a partir do qual a trajetória da personagem pode mudar por completo. Os filmes que compõem esta programação tem protagonistas experimentando instantes decisivos em suas jornadas – venha conhece-los e observar que os filmes e a vida são feitos de transformações.

Ralé

Dir.: Helena Ignez

Brasil | 2015 | 73 min 

Jovens diretores filmam na fazenda onde vive Barão (Ney Matogrosso), que se prepara para celebrar seu casamento com o dançarino Marcelo. Filme filosófico-musical, inspirado na peça homônima de Máximo Gorki, o longa traz uma forte cena entre Ney Matogrosso e José Celso Martinês.

Dirigido por Helena Ignez, 'Ralé' baseia-se em textos de Gorki, mas não é bem uma adaptação. Casada com Glauber Rocha e Rogério Sganzerla, Helena até pensou em adaptar, mas se deu conta de que a ralé de Gorki, no começo do século passado, mudou de figura. “Hoje, a ralé somos nós, os artistas”, diz a diretora.

O filme é uma reflexão a respeito de questões existenciais, uma legitimação do direito à liberdade e à individualidade sexual.

Dia 25, terça, às 20h. No Teatro. Grátis. Classificação 14 anos.

Retirada de ingressos 1 hora antes do inicio de cada sessão.

 

 

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil