Cinema - 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo chega à Araraquara

13.11.2017
Cinema - 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo chega à Araraquara

Filmes trazem as tendências, temáticas, narrativas e estéticas do cinema contemporâneo mundial

De 14 de novembro a 17 de dezembro, estarão em cartaz no Sesc Araraquara filmes que compuseram a programação da tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.  O evento, que está em sua 41ª edição, apresenta produções de diversos países, traçando um panorama do cinema contemporâneo mundial. 

Neste ano a intersecção entre linguagens está evidente na programação. O polêmico The Square, de Ruben Östlund, abre a programação de novembro na terça-feira (14), às 20 horas. Ganhador da Palma de Ouro em Cannes, a produção é um retrato provocador e atual do mundo das artes plásticas. Será possível também conferir 24 Frames, o último filme do mestre Abbas Kiarostami, um emocionante passeio por fotografias que se tornam animadas pela tecnologia do cinema. 

A presença de diretoras mulheres nesta edição é marcante, exemplo da cineasta belga Agnès Varda, com seu novo filme, Visages, Villages, vencedor do Olho de Ouro de melhor documentário no Festival de Cannes. O longa parte do trabalho do fotógrafo e muralista JR para, juntos, fazerem uma obra deliciosamente engajada. Uma das precursoras da Nouvelle Vague e ícone do feminismo no cinema, Varda recebeu da 41ª Mostra o Prêmio Humanidade, entregue, a cada edição do evento, a um cineasta cuja obra reflete questões humanísticas. Em sua filmografia, há sempre uma preocupação social que alia o realismo à narrativa ficcional.

A diretora Petra Volpe é destaque no Foco Suíça da Mostra e também compõe a coleção desta itinerância. Mulheres Divinas é seu segundo longa e concorrerá à vaga para o Oscar de filme estrangeiro. No elenco, Marie Leuenberger está no papel de uma jovem mãe que se envolve na luta das mulheres suíças pelo direito de votar, conquistado apenas em 1971.

Para além do cinema europeu, nesta seleção encontramos também O Dia Depois, do sul-coreano Hong Sang-Soo, que esteve na seleção principal do Festival de Cannes. Hong Sang-Soo despontou nas últimas duas décadas no cenário do cinema autoral, demonstrando coerência autoral em suas obras, que parecem manter com muita força um mesmo eixo temático e estilístico.

As exibições acontecem no Teatro do Sesc Araraquara às terças-feiras, 20 horas e aos domingos, 14 horas. Os ingressos estarão à venda nas bilheterias do Sesc a partir de 8/11 e variam de gratuitos à R$12. (Confira as imagens no final da matéria)

 

Sobre a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Criada em 1977 pelo crítico de cinema Leon Cakoff, em comemoração aos 30 anos do MASP, a Mostra tem por objetivos promover a arte cinematográfica como forma de aproximação dos mais variados povos e culturas do planeta, valorizar obras de qualidade e favorecer o desenvolvimento do cinema.  Em seu ano inaugural, exibiu 23 filmes, entre curtas e longas-metragens. Nesta edição, a 41ª do evento, a programação foi composta por 394 filmes, cuja seleção fez um apanhado do que o cinema contemporâneo mundial tem produzido, além de apresentar tendências, temáticas, narrativas e estéticas.

Não só o número de títulos cresceu. A Mostra de Cinema extrapolou o âmbito do MASP, as fronteiras de sua cidade de origem, venceu a censura política - que chegou a interrompê-la, em 1984 - e a censura econômica, superando a dificuldade da obtenção de recursos no início da década de 1990, época em que o Estado tratava a cultura como um problema de mercado. Depois da morte do criador do evento Leon Cakoff, em 2011, sua viúva, Renata de Almeida, dá continuidade à iniciativa. O Sesc, nesta oportunidade recebe pela 5ª vez a itinerância da Mostra nas unidades do interior do estado de São Paulo, 

Para Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo, “o cinema, como manifestação artística, tem o potencial de sensibilizar o olhar, instigando os sentidos a experimentarem, mesmo que por semelhantes lembranças, parte de uma complexa realidade cultural e humana, diversidade esta apresentada nos filmes da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que, em parceria com o Sesc, circula em diferentes unidades da Instituição na capital, no interior e no litoral”.

 

Serviço

Teatro|189 lugares

Ingressos: Grátis (Credencial Plena); R$6 (Meia entrada); R$12 (Inteira)

 

THE SQUARE

Suécia/Alemanha/França/Dinamarca |2017|14 anos

Dir: Ruben Ostlund

Dia 14/11, terça – 20hs

 

O AMANTE DE UM DIA

França|2017|14 anos

Dir: Philippe Garrel

Dia: 19/11, domingo – 14hs

 

MULHERES DIVINAS

Suíça|2017|14 anos

Dir: Petra Volpe

Dia: 26/11, domingo – 14hs

 

 

Especial sessão zoom 

O DIA DEPOIS

Coreia do Sul|2017|12 anos

Dir: Hong Sang-Soo

Dia: 28/11, terça – 20hs

 

DE ENCONTRO COM A VIDA

Alemanha|2017|10 anos

Dir: Marc Rothemund 

Dia: 3/12, domingo – 14hs

 

VISAGES, VILLAGES

França|2017|10 anos

Dir: Agnès Varda

Dia: 5/12, terça – 20hs

 

O JOVEM KARL MARX

França/Alemanha/Bélgica|2017|12anos

Dir: Raoul Peck

Dia: 10/12, domingo – 14hs

 

 

Especial sessão zoom 

24 FRAMES

Irã/França|2016|Livre

Dir: Abbas Kiarostami

Dia: 12/12, terça – 20hs

 

UMA ESPÉCIE DE FAMÍLIA

Argentina/Brasil/Polônia/França|2017|14anos

Dir: Diego Lerman

Dia: 17/12, domingo – 14hs

Revista Cidade

Publicidade

Brasil