Trocando os números pela cozinha

27.07.2018
Trocando os números pela cozinha

Confira a história do matemático que virou prato! Ex-aluno do Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro e vencedor de um dos episódios do Que seja Doce, do GNT, conta como e porque trocou a Matemática pela gastronomia

Em 2010, faltando apenas um ano para se formar em matemática, pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Guilherme Kiyoshi Bueno Sekime desistiu da graduação e insistiu no sonho de se dedicar à gastronomia. Hoje, aos 30 anos, ele não só se tornou um profissional de sucesso na cozinha de restaurantes estrelados, como venceu um dos episódios da quarta temporada do programa Que seja Doce, do canal GNT, exibido em abril de 2018.

Sua trajetória pelo mundo da culinária começou cedo. Filho de mãe italiana e pai japonês, Guilherme cresceu em Mirandópolis, cidade de 25 mil habitantes no interior do estado de São Paulo, com uma expressiva colônia japonesa. Era comum a família participar de festivais gastronômicos, em especial, a Festa de Bom Odori, que comemora a boa colheita e homenageia os antepassados, oferecendo uma noite com danças e comidas típicas da cultura japonesa.

Esses festivais despertaram em Guilherme a curiosidade pela gastronomia. Mas ele também teve outro motivo: "minha mãe não gostava de cozinhar e, para comer qualquer coisa que fugisse do trivial, só mesmo em festas ou na casa de amigos. Paralelo a isso, sempre que podia, eu lia reportagens sobre culinária e assistia a programas na TV para saber mais sobre esse universo, a princípio, tão distante de mim", comenta. 

Com 16 anos, Guilherme anunciou ao pai agricultor e à mãe costureira seu desejo em ser chef de cozinha. "Eles não me apoiaram no início e me orientaram a prestar um concurso público ou seguir carreira acadêmica e estudar em uma grande universidade". Mesmo contrariado, o jovem começou a cursar matemática na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). No último ano do curso, em 2010, se inscreveu na Prefeitura de Águas de São Pedro para dar aulas de matemática.

A escolha pela cidade não foi aleatória. Guilherme já tinha lido a respeito dos cursos na área de gastronomia do Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro. "Sabia do reconhecimento nacional e internacional da instituição, por isso, assim que me estabeleci, procurei o campus e já comecei a participar das aulas do curso Cozinheiro Chefe Internacional. Foi um ano de muito aprendizado e um divisor de águas em minha vida", conta.

Em dezembro de 2010, já formado pelo Senac, não pensou duas vezes quando um colega de curso ofereceu uma vaga como estagiário em um restaurante em Brasília (DF). No início, cuidava dos pratos frios, das entradas e saladas e, depois, passou a tomar conta da confeitaria, conciliando o trabalho com as aulas particulares de matemática para complementar a renda.

A vontade de despontar fez com que Guilherme, após quase dois anos, tentasse uma vaga em São Paulo. Conseguiu vaga em um hotel e, em pouco tempo, passou de auxiliar de cozinha a chef tournant (o coringa da cozinha, que trabalha na posição em que for preciso). "Tive a oportunidade de atuar um pouco em todos os setores da cozinha e entendi a importância da multifuncionalidade tão falada pelos professores do Senac", relata.

Depois dessas experiências, foi em um restaurante japonês, já como sous-chef (o segundo no comando, responde ao chef), que ele se encontrou: "A minha paixão pela tradição e pela cultura japonesa despontou e passei a introduzir uma marca em tudo o que criava". Na mesma época, Guilherme abriu a empresa Kanto Gastronomia Singular e passou a atender encomendas de confeitarias e cozinhas quentes e a oferecer serviços de personal chef, consultorias, eventos e desenvolvimento de cardápios.  

Dono de uma inquietude típica de quem está sempre em busca daquilo que lhe faz mais feliz, ele percebeu que sentia falta de dar aula, o que não significava voltar para a matemática, mas trazer a essência de ensinar para a gastronomia. Em novembro de 2014, Guilherme passou a fazer parte da equipe do Senac Osasco (na Grande São Paulo), como auxiliar de cozinha nas aulas práticas. Um ano e meio depois, migrou para o Senac Aclimação (na capital paulista), onde atualmente auxilia os professores de pós-graduação nos cursos Cozinha Avançada, Cozinheiro Chefe Internacional e Cozinha Brasileira.

No fim de 2017, participou da gravação do Que Seja Doce, competição de culinária do GNT, e venceu de uma forma diferente. O episódio foi ao ar em abril de 2018: "como não gosto muito de competições, em vez de levar um auxiliar de cozinha para me ajudar no preparo dos pratos, o que era permitido, chamei minha melhor amiga para ser um apoio emocional. Deu certo! Nos dois dias de gravação, cozinhei com tranquilidade e acabamos vencendo", comemora.

 

Formação é essencial

Assim como na história de Guilherme, a necessidade de qualificação é fundamental para quem deseja atuar na área de gastronomia. No Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro, onde ele estudou, há vagas para o curso Cozinhas Internacionais, cuja proposta é reunir a culinária do mundo à mesa. Nas aulas, os estudantes aprendem a preparar receitas com ingredientes e técnicas de preparo da culinária típica das Américas, África, Ásia, Europa, Oceania e Oriente Médio.  

Agora, se o interesse é fazer o mesmo curso que Guilherme fez, o Centro Universitário Senac - Santo Amaro está com inscrições abertas para a extensão universitária Cozinheiro Chefe Internacional, com início das aulas em agosto. Mais do que o foco em produções gastronômicas internacionais e brasileiras, o curso prepara o aluno para atuar com o gerenciamento dos recursos, organização de eventos, serviços e harmonização, entre outros conhecimentos e habilidades. 

            Para mais informações e inscrições, acesse: www.sp.senac.br.

 

Serviço:

 

Cozinhas Internacionais

Data: de 3 de agosto a 27 de outubro de 2018

Horário: sexta-feira, das 16 às 21 horas, e aos sábados, das 9 às 14 horas

Local: Centro Universitário Senac - Águas de São Pedro

Pq. Dr. Octávio de Moura Andrade, s/n - Centro - Águas de São Pedro/SP

Informações e inscrições: www.sp.senac.br/universitarioaguas | 19 3482-7000

 

Cozinheiro Chefe Internacional

Data: de 7 de agosto de 2018 a 20 de dezembro de 2019

Horário: às terças, quintas e sextas-feiras, das 19h10 às 22h45

Local: Centro Universitário Senac - Santo Amaro 

Avenida Engenheiro Eusébio Stevaux, 823 - Santo Amaro - São Paulo/SP

Informações e inscrições: www.sp.senac.br/universitariosantoamaro

 

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil