Prefeito assinará acordo de cooperação em Portugal

30.10.2018
Prefeito assinará acordo de cooperação em Portugal

Viagem internacional, para tratar de assuntos econômicos e culturais, será desta terça-feira (30) até a próxima terça (6), com autorização da Câmara Municipal e sem custos ao Município 


O prefeito Edinho inicia sua agenda em Portugal em reunião na embaixada brasileira em Lisboa, nesta quarta-feira, dia 31. Logo após vai até Torres Vedras onde assinará, nesta semana, um acordo de cooperação econômica e cultural entre os municípios de Araraquara e a cidade portuguesa. 

A viagem ao país europeu terá duração de uma semana — entre esta terça-feira (30) e a próxima terça (6/11), em uma extensa agenda envolvendo os interesses dos dois municípios. Não há qualquer custo aos cofres municipais. 

Edinho, que também é vice-presidente de Economia Solidária da Frente Nacional de Prefeitos, teve sua licença do cargo aprovada pela Câmara Municipal e, nesse período, o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, será o prefeito em exercício.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras (na prática, o prefeito), Carlos Bernardes, e a vereadora responsável pelas políticas culturais, Ana Umbelino, estiveram em Araraquara em maio e conheceram a Prefeitura, a Cooperativa Acácia e os projetos desenvolvidos pelo Executivo. Agora, o prefeito irá a Portugal para dar sequência ao intercâmbio.

O acordo de cooperação leva em conta as frutíferas relações de cooperação estabelecidas desde 2014 entre Araraquara e Torres Vedras, como na realização do programa "Arte ao Centro", que aproxima gestores culturais, acadêmicos, investigadores, artistas, educadores, empreendedores sociais e abre perspectivas de parceria e de colaboração entre as comunidades.

O documento possui 17 itens, como a promoção do intercâmbio de informações em matérias de interesse comum; o incentivo à troca de experiências e conhecimentos técnicos; a organização anual de atividades de interesse comum; o fomento da  divulgação turística e do turismo regional; a promoção do intercâmbio entre artistas, organizações culturais e instituições de ensino; a constituição de comitê gestor para concretizar compromissos internacionais assumidos pelos países na Agenda 2030, nos Acordos de Paris sobre as Mudanças Climáticas e na Nova Agenda Urbana; entre outras questões.
 

Economia Solidária

Em Araraquara, existe uma coordenadoria específica para tratar dos assuntos de Economia Criativa e Solidária, vinculada à Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico.

Dentro dessa estrutura, a cidade possui um Centro Público de Economia Criativa e Solidária, o Centro de Cultura Digital, o Centro de Inclusão Produtiva e Capacitação Profissional — com o Espaço Kaparaó (gastronomia, confecção, estética e construção civil) e a Escola de Serralheiro (serralheria e afins) —, o Centro de Atendimento ao Trabalhador (CEAT/PAT) e o Banco do Povo.

A Cooperativa Acácia, que surgiu em 2001 a partir da organização de pessoas que catavam e vendiam materiais recicláveis no antigo lixão de Araraquara para obter renda, é um exemplo desse setor da economia. O apoio da Prefeitura foi essencial para que a Acácia conseguisse se transformar em uma grande empresa solidária e com autogestão.

Outro exemplo é a organização das mulheres do Assentamento Monte Alegre. Em 2006, elas se organizaram e compareceram ao Orçamento Participativo reivindicando um projeto onde elas pudessem ter um espaço feminino de geração de renda no assentamento. A proposta foi a vencedora da plenária e, assim, foi construída a Padoka. Além de espaço e equipamentos, as mulheres receberam capacitação para a fabricação de pães, bolos e derivados.

Em julho de 2017, também foi realizada a 1ª Conferência Municipal de Economia Criativa e Solidária, sendo que as proposições que resultaram das discussões formaram a base do Plano Municipal de Economia Criativa e Solidária.

 

Viagem

Dentro da semana de viagem, o prefeito Edinho e as autoridades de Torres Vedras irão participar de conferências, agendas públicas, visitas a empresas e cooperativas, entre outros compromissos oficiais.

A chegada a Torres Vedras será na manhã de quarta (31), com acolhimento na sala de sessões da Câmara Municipal da cidade portuguesa durante a tarde. A assinatura do acordo de cooperação será na sexta-feira (2/11). Já na próxima segunda (5), antes do retorno ao Brasil, o prefeito Edinho participa da conferência "O papel das plataformas colaborativas na promoção da economia social: os casos de Torres Vedras e Araraquara".

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil