Porcelanas em exposição no MAPA retratam patrimônio da cidade

19.10.2019
Porcelanas em exposição no MAPA retratam patrimônio da cidade

Nova coleção da Vida Louça Porcelana se inspira na lenda da serpente da matriz e nas pegadas de dinossauros das calçadas da rua 5

Na última semana foi lançada a coleção ARACOARA pela Vida Louça Porcelana e, agora, a partir desta quinta-feira, 17 de outubro, as peças ficarão em exposição no MAPA – Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara.

A linha de porcelanas artesanais Vida Louça, produzida pelo artista e comunicador Tadeu Queiroz, resgata valores do patrimônio histórico e imaterial de Araraquara. Trata-se de uma linha de porcelana composta por pratos de 26cm e conjunto de xícara de café e pires estendido que trazem motivos próprios da cultura araraquarenses: a lenda da serpente da igreja da Matriz de São Bento e as pegadas de dinossauros nas placas de arenito no calçamento urbano.

"A ideia da coleção surgiu porque fazendo as feiras de economia criativa com a Vida Louça, observei que não há um souvenir que representa a nossa cidade", relata Tadeu Queiroz, criador da marca. Tadeu, então, convidou a designer Marina Amaral e o ilustrador Daniel Almeida para desenvolverem e assinarem as artes da coleção.

Marina Amaral criou "Araraquara e as Pegadas dos Dinossauros" a partir de sua experiência com o tema. Marina e empresa Rima Design criaram a expografia da exposição permanente do MAPA. A designer trouxe para o grafismo a pegada do Celulossauro, um dinossauro do tamanho aproximado de uma galinha que marca a transição do período Jurássico e Cretáceo.

Daniel Almeida desenvolveu a arte para "Araraquara, a Matriz e a Serpente" que reconta a lenda da serpente adormecida com a cabeça sob o altar da matriz e o final da causa no cemitério das Cruzes, popular Cemitério do Britos. Daniel já ilustrou diversos livros infantis, em especial a coleção "Arranha-Céu" que aborda arquitetura e urbanismo tendo como leitor o público infantil.

"Tanto Marina como Daniel são parceiros desde nossa formação universitária na Unesp em Bauru, são competentes para o assunto e artistas com muita personalidade", comenta Tadeu, lembrando que este projeto também conta com a participação de Weber Fonseca, que trabalhou principalmente na criação do conceito, títulos e organização do material.

As peças de porcelana da coleção ARACOARA além de decorativas são também utilitárias. Decalcadas e queimadas a 780°C podem ser usadas no microondas e máquina de lavar louça. Vale lembrar que esta é a segunda coleção lançada pela Vida Louça – a primeira ocorreu em 2016, com "Formiqueiroz", e trouxe um tema recorrente até hoje nas peças da marca: formigas.

O horário de visitação do MAPA é de segunda à sexta-feira, das 9h15 às 17h; e aos sábados, das 9h30 às 11h45. O museu está localizado na Rua Voluntários da Pátria (5), na esquina da Avenida Portugal, região central da cidade.

 

Serviço:

Exposição da Coleção ARACOARA, por Vida Louça

Local: MAPA – Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara (Rua Voluntários da Pátria, esquina da Avenida Portugal – Centro)

Data: a partir de quinta-feira (17 de outubro)

Horário de visitação: de segunda à sexta-feira, das 9h15 às 17h; e aos sábados, das 9h30 às 11h45

Entrada gratuita

Revista Cidade

Publicidade

Brasil