Cidade adere à Rede de Banco de Alimentos e Sisan. Adesão possibilitará obtenção de recursos públicos federais

20.07.2018
Cidade adere à Rede de Banco de Alimentos e Sisan. Adesão possibilitará obtenção de recursos públicos federais

Araraquara está aderindo à Rede Brasileira de Banco de Alimentos - RBBA, e ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - Sisan.

Segundo o coordenador de Segurança Alimentar, Marcelo Mazeta, essa adesão permite que o município participe de editais do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário para obter recursos federais para o setor.

Marcelo enfatiza que a RBBA visa a integração entre os bancos de alimentos cadastrados e a padronização dos procedimentos que fortalecem e qualificam esses equipamentos junto aos parceiros doadores de produtos alimentícios.

Em Araraquara, a equipe técnica da Coordenadoria de Segurança Alimentar elaborou toda a documentação referente à constituição, estrutura física,  regimento interno, composição da equipe técnica e operacional e o alvará da vigilância sanitária, demonstrando ao MDSA o pleno funcionamento do Banco Municipal de Alimentos.

 

Sisan

O Sisan objetiva organizar ações na área da Segurança Alimentar e Nutricional e as articulações entre o poder público e a sociedade civil para a gestão de políticas públicas voltadas à alimentação.

Segundo Mazeta, este Sistema atribui ao município a necessidade de “adotar ações que permitam respeitar, proteger e promover o direito humano à alimentação adequada”.

Desde o início da gestão Edinho, em janeiro de 2017, a coordenadoria de Segurança Alimentar atua para adequar e criar os componentes do Sisan.

Após a adesão, o município tem prazo de um ano para apresentar o plano que deverá ser acompanhado e monitorado pelos conselhos municipais específicos do setor - Comsan e Caisan.

 

Banco de Alimentos

Vale destacar que o Banco Municipal de Alimentos, que está completando 11 anos em Araraquara, foi inaugurado em 21 de julho de 2007, no primeiro governo Edinho.

Atualmente, esse equipamento atende cerca de 45 entidades socioassistencias, atingindo aproximadamente 2.500 pessoas em situação de vulnerabilidade econômica nas mais diversas regiões da cidade.

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil