Solenidade nesta terça-feira, 18, marca início das obras do Pronto Socorro do Melhado

17.12.2018
Solenidade nesta terça-feira, 18, marca início das obras do Pronto Socorro do Melhado

Prefeito Edinho assinará a ordem de serviço para as obras de reabertura da unidade de saúde, que foi reivindicada pela população no Orçamento Participativo em 2017; investimento na reforma e em equipamentos será de R$ 8 milhões

O prefeito Edinho assina a ordem de serviço para o início das obras de reforma e adequação do antigo Pronto-Socorro do Melhado nesta terça-feira (18), às 10h, em solenidade na própria sede da unidade (Avenida Eitor Bim, s/nº, Vila Suconasa).

A reabertura da unidade de saúde foi escolhida como prioritária pela população na Plenária da Cidade do Orçamento Participativo, em junho de 2017. 

Serão R$ 8 milhões liberados pelo Ministério da Saúde e investidos na reabertura da unidade do Melhado, que oferecerá apoio e retaguarda às UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Desse valor, R$ 4 milhões serão utilizados para reformas, adequações e ampliações, além da construção dos leitos-dia, e outros R$ 4 milhões serão destinados para a compra de equipamentos para o retorno do centro de diagnóstico, com exames de imagens e laboratório.

Desde o início de 2017, logo após a posse, Edinho se reuniu em várias ocasiões no Ministério da Saúde e levou o projeto de reforma do prédio, apresentando a importância do investimento para a Saúde de Araraquara.

"Iremos reestruturar novamente o Pronto Socorro do Melhado, fazendo com que ele volte a ser referência de saúde pública para todo o interior de São Paulo, como foi da outra vez, quando fui prefeito [2001-2008]. Essa é uma vitória da população de Araraquara", afirma Edinho.

Retaguarda
A unidade do Melhado será adequada para ser uma retaguarda ao sistema de saúde já existente na cidade, disponibilizando 20 leitos hospitalares. Também haverá uma estrutura de apoio e diagnóstico, com exames laboratoriais, ultrassom, tomografia, raio-x, endoscopia e colonoscopia.

O objetivo é que todos os casos mais urgentes das UPAs, mas que não necessitam de internação na Santa Casa, sejam enviados para a unidade do Melhado, em vez de ocuparem leitos no hospital. São casos de pacientes que estão na espera de diagnóstico e internação. Isso irá 'desafogar' o atendimento na Santa Casa, que atende Araraquara e mais 17 cidades da região.

"Vamos ter um apoio diagnóstico muito maior, evitando que muitos pacientes que vão até a Santa Casa, exclusivamente, para confirmar um diagnóstico fiquem esperando tanto tempo nas UPAs ou ocupando leitos desnecessários na Santa Casa", explica a secretária de Saúde, Eliana Honain.

A secretária informa que outro avanço será em relação ao diagnóstico rápido de casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral), que exige tomografia dentro dos primeiros 45 minutos a 1 hora, e de infarto agudo do miocárdio.

"A unidade do Melhado vai ajudar muito a Santa Casa, que vai ficar como hospital de referência, inclusive para casos graves, e vai facilitar para a população, que vai ter todo o conforto e o apoio diagnóstico mais rápido e eficiente", conclui Eliana.

 

 

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil