Ritchie e trio Black Tie interpretam a Paul Simon em grande estilo

07.02.2017
Ritchie e trio Black Tie interpretam a Paul Simon em grande estilo

Cantor Ritchie e trio Black Tie apresentam no Sesc Araraquara show do álbum  “Old Friends - the songs of Paul Simon”, com participação especial de Tuco Marcondes

O cantor e compositor Ritchie, juntamente com a banda Black Tie, se apresentam no teatro do Sesc Araraquara no próximo sábado (11), às 20 horas, para apresentar ao público as canções do disco “Old Friends - the songs of Paul Simon”. Os ingressos variam entre R$6 e R$20 e já estão disponíveis para compra no portal do Sesc (sescsp.org.br/Araraquara) ou nas bilheterias das unidades. 

Este trabalho reúne canções folk-rock do compositor americano Paul Simon, conhecidas em todo o mundo.  O espetáculo, com direção de Zé Alexandre, da ZporZ, conta com participação especial do multi-instrumentista Tuco Marcondes (ukulelê, baixo, violão e vocais) e todas as músicas recebem um tratamento elegante, de sonoridade acústica, com melodias e harmonias bem desenhadas. Mais do que acústico é uma versão “camerística-pop”.

“Black Tie” traz em sua formação os músicos Mario Manga (violoncelo e violão), Swami Jr (violão de 7 cordas, ukulele e baixo) e Fabio Tagliaferri  (violão, viola, ukulele).

Ritchie teve uma carreira muito especial. Viveu em muitos países durante a infância, estudou Literatura em Oxford, mas deixou a universidade em troca da flauta. Na década de 60, em Londres, conheceu Rita Lee e Lúcia Turnbull, que foram à Inglaterra para comprar instrumentos musicais. Desde a década de 70, ficou conhecido pelo sucesso de “Menina Veneno” e “A Vida Tem Dessas Coisas”. Participou do grupo VIMANA com Lulu Santos e Lobão e um tempo Cult com a Barca do Sol, no qual Jaques Morelembaum era integrante. Hoje, em nova fase, interpreta

 

Black Tie 

Vencedor do Premio Musica Brasileira na categoria Cd de Língua Estrangeira, Blacktie é o retorno do grupo “Música Ligeira” que, durante a década de 90 produziu um som que unia requinte e humor. O grupo surgiu a partir da dupla formada por Mario Manga e Rodrigo Rodrigues, que apresentava esquetes musicais de comédia no programa TV Mix, então dirigido por Fernando Meirelles na TV Gazeta.

Manga se revezava entre violões, bandolim, violoncelo e percussão de boca, enquanto Rodrigues atacava de gaita, sax, pandeiro e violão. Ambos cantavam. A boa repercussão os levou para o palco, e logo se transformaram em um trio, com a chegada de Fabio Tagliaferri para reforçar os vocais e acrescentar viola de arco, violão e baixolão.

A trajetória de 16 anos do Música Ligeira foi interrompida em 2005, com o falecimento de Rodrigo Rodrigues. Sem a presença do parceiro, Manga e Tagliaferri decidiram encerrar as atividades do grupo. Agora os dois voltam a se reunir no Black Tie. “Afinal, nós temos um jeito ‘Música Ligeira’ de tocar”, comenta Tagliaferri, que assina a direção musical idealização, direção musical e produção executiva.

 

Paul Simon 

Cantor e compositor norte-americano que, completará 60 anos de carreira em 2017. Ao longo sua carreira recebeu diversos prêmios, incluindo 12 Grammy Awards, sendo que três deles "Bridge Over Troubled Water", "Still Crazy After All These Years" e "Graceland" foram álbuns do ano. Em 2003, recebeu um Grammy Lifetime Achievement Award por seu trabalho como integrante da dupla Simon e Garfunkel. Sua canção "Sra. Robinson”, no filme The Graduate esteve no top 10 de 100 anos do The American Film Institute.

 

Serviço:

Show “Ritchie & Black Tie Old Friends - the songs of Paul Simon”

Dia: 11/2, sábado

Horário: 20h

Local: Teatro

Classificação: Livre

 

Ingressos:

R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo, matriculados no Sesc e dependentes);

R$ 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante);

R$ 20,00(Inteira / Credencial Atividades).

Revista Cidade

Publicidade

Brasil