Rede de Saúde de Araraquara inicia visitas a locais públicos que abrigam idosos

09.05.2020
Rede de Saúde de Araraquara inicia visitas a locais públicos que abrigam idosos

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde criou mais um programa especial para atendimento preventivo a idosos, em Araraquara.

Trata-se do protocolo de visitas semanais feitas por uma equipe da Pasta, composta por um médico e um técnico de enfermagem, aos asilos e demais moradias coletivas que abrigam pessoas da 3ª idade no município. A médica de Família e Comunidade da rede municipal de Saúde, Yhaslen Cavalieri Rocha, destacou a importância do programa.

As visitas, segundo disse, são feitas na Vila Vicentina, Vila Dignidade, Recanto Feliz, Lar e Internato Otoniel de Camargo e Lar São Francisco que, juntos, somam cerca de 280 idosos.

"O principal objetivo é identificar alguma suspeita de coronavírus e isolar a pessoa o mais rapidamente possível, para evitar a transmissão da Covid-19", enfatizou Yhaslen.

E durante o procedimento, a equipe de profissionais também irá atuar para solucionar outros problemas de saúde que possam acometer os idosos visitados. 

É importante destacar, segundo Yhaslen Cavalieri Rocha, que como o coronavírus se propaga de uma forma bastante rápida, os cuidadores de idosos também devem ter muita atenção para com a 3ª idade, inclusive em relação a todo o protocolo de higiene pessoal, que inclui o uso de máscaras. 

A médica ainda ressaltou que por ser mais suscetível a doenças, o idoso requer cuidados maiores. Inclusive com relação à distância que deve manter dos familiares, principalmente durante a quarentena.

E a pessoa da família do idoso que tem obrigatoriamente que sair de casa para trabalhar ou fazer compras precisa cumprir todo o protocolo de higienização e sempre usar máscara. 

E às pessoas da 3ª idade, é recomendado que fiquem em casa neste período  da quarentena e lavem constantemente as mãos, entre outros cuidados pessoais.

Vale lembrar que através do Disque-Saúde, 0800-771-7723, as pessoas podem tirar suas dúvidas sobre os sintomas da Covid-19.

 

 

Revista Cidade

Publicidade