Realizado na Acia, Fórum de Cidades Digitais reúne gestores públicos de 30 municípios em Araraquara

24.03.2017
Realizado na Acia, Fórum de Cidades Digitais reúne gestores públicos de 30 municípios em Araraquara

Evento reuniu 80 representantes de 30 Prefeituras no auditório da Acia. Gestores buscam investimentos em tecnologia para o aprimoramento dos serviços públicos

Gestores de 30 localidades reuniram-se na quinta-feira, 23 de março, em Araraquara, para tratar de tecnologia na modernização das administrações públicas, durante o I Fórum de Cidades Digitais da Região Central de São Paulo, organizado pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Araraquara (Acia). 

“É o primeiro evento no Estado e as pessoas que vieram aqui hoje voltarão cheios de ideias e projetos que com certeza irão melhorar a qualidade de vida dos munícipes e gerar desenvolvimento para as cidades”, disse o vice-presidente da Associação Brasileira de Internet (ABRANET) e presidente da Associação Comercial e Industrial de Araraquara (ACIA), o empresário José Janone Júnior, principal responsável por trazer o evento para o município.

Além de otimizar a gestão, reduzir custos e aumentar a arrecadação, as Tecnologias da Informação e Comunicação têm papel cada vez mais importante na gestão pública, não só pela capacidade de gerar dados e auxiliar prefeitos e secretários municipais na tomada de decisão, mas principalmente por propiciar a aproximação com os munícipes. 

“As cidades digitais são um passo muito importante porque os cidadãos podem levar as demandas e as políticas públicas estarão embasadas em dados. Elas também geram maior integração entre os órgãos. Uma gestão mais eficiente atende melhor o cidadão”, afirmou o assessor técnico do Departamento de Inclusão Digital, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), Luís Ramos, que apresentou aos participantes os projetos em andamento no governo federal direcionados aos municípios na área.

O diretor da RCD, e organizador do eevento, José Marinho, também destacou a importância do uso da tecnologia para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “É o principal objetivo. Todas as ações são para este foco, seja na Educação, na Saúde, na Segurança Pública, entre outras áreas. Além disso, os municípios inovadores são mais atrativos para investimentos e abrem inúmeras possibilidades para fomento de negócios e projetos”, ressaltou.

Se nos dias atuais as cidades digitais e inteligentes possibilitam ao cidadão fazer parte da administração pública para resolver os mais diversos problemas e ter acesso a inúmeros serviços públicos via web, no passado a inclusão digital, por meio de cursos aliados a espaços como telecentros, já dava mostra de que a conectividade poderia impactar positivamente na vida das pessoas.

Em Lourdes, município de pouco mais de 2 mil habitantes, a prefeita Gisele Tonchis mostra como pequenas ações, aproveitando a demanda em setores como Saúde e Educação, mudou a vida de donas de casa e pacientes ao serem levados para esses espaços, onde a informática ainda era novidade. 

“Dar acesso às pessoas e aos turistas para saber o que está acontecendo na cidade também. É de extrema importância que os prefeitos tenham essa atenção para a inclusão digital, principalmente para levar o conhecimento e usar de forma inteligente esses mecanismos para dar maior expressão para o trabalho que cada um faz”, afirmou a prefeita Gisele do município que foi piloto do projeto federal de cidades digitais, na categoria de pequeno porte.

Soluções – Tecnologia para aumento de arrecadação, mobilidade urbana, segurança, gestão eletrônica de documentos e infovia digital foram alguns temas abordados durante o Fórum de Cidades Digitais desta quinta. Além de Lourdes, os municípios de Socorro e Bauru compartilharam os modelos em andamento nas localidades.

O evento teve o patrocínio máster da Furukawa, ouro da Exati Tecnologia e SAJ Procuradorias e prata da ENW. A iniciativa contou ainda com o apoio estratégico da Geodados e apoio da Abranet e Novo Hotel Municipal. 

Araraquara e representatividade

O vice-prefeito de Araraquara, e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico do município, Damiano Neto, prestigiou o I Fórum de Cidade Digitais, compondo a mesa do evento. Damiano ressaltou a importância do fórum para ampliar a qualidade dos serviços públicos. “Queremos aproximar a população e aumentar a transparência das ações do Executivo, e isso é uma das prioridades, defendida pelo prefeito Edinho Silva. Várias práticas já foram incorporadas pela administração nesse sentido e vamos continuar trabalhando para garantir essa acessibilidade”, afirmou.

O presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Jefferson Yashuda, tambem integrou a mesa de trabalhos, e  seu pronunciamento destacou a importância da atualização dos serviços públicos às novas tecnologias e citando iniciativas em Araraquara nas áreas de educação e saúde.

Além de Araraquara, 28 cidades do estado de São Paulo e uma do Paraná participaram do evento: Apiaí, Araras, Assis, Bauru, Franca, Floreal, Gavião Peixoto, Hortolândia, Ibitinga, Indaiatuba, Itararé, Jaboticabal, Lourdes, Porto Ferreira, Macatuba, Manduri, Narandiba, Nhandeara, Nipoã, Rincão, São Paulo, São Roque, Sengés, Sertãozinho, Socorro, Trabiju, Vinhedo, Dourado e Telêmaco Borba (PR).

Revista Cidade

Publicidade

Brasil