Presidente da Câmara encaminha indicações e pede reabertura gradual do comércio em Araraquara

07.05.2020
Presidente da Câmara encaminha indicações e pede reabertura gradual do comércio em Araraquara

Tendo em vista que os líderes de entidades representativas do comércio, indústria e serviços de Araraquara apresentaram propostas para a reabertura gradual do comércio de Araraquara, o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Tenente Santana (MDB), encaminhou a indicações ao prefeito Edinho Silva e ao governador João Dória (PSDB) solicitando uma avaliação sobre a possibilidade de permitir essa ação a partir de 11 de maio.

Em consenso com o entendimento do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio), Associação Comercial de Industrial de Araraquara (Acia) e Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SinHoRes), para o parlamentar, a reabertura gradual do comércio parece ser razoável, uma vez que Araraquara se mostra preparada para o combate à pandemia do coronavírus. "A população já incorporou medidas de higiene, bem como o uso de máscaras no dia a dia, além de uma melhora significativa na estrutura hospitalar do Município", disse Santana, argumentando "que as entidades sugerem a abertura do comércio em grupos, que funcionariam em horários alternados, com escala reduzida de funcionários e de horário de trabalho, com todos os cuidados e medidas para evitar aglomerações, como já acontece em estabelecimentos que hoje estão funcionando".

A Acia e o SinHoRes apresentam um projeto denominado Plano Fapesp, elaborado pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, que, inclusive, está em análise no governo do estadual. "Diante desse cenário, acredita-se que é possível conciliar os cuidados necessários para evitar um aumento desenfreado dos casos de Covid-19, com uma retomada gradual e cuidadosa das atividades econômicas em Araraquara", frisou o presidente da Câmara, pois "a situação vivenciada nos dias de hoje traz grande apreensão a empresários e população em geral, que vislumbram a possibilidade de falência e aumento na taxa de desemprego".

Santana faz questão de ressaltar que "as propostas de reabertura gradual do comércio, apresentadas por entidades representativas, merecem o respeito do Poder Público, uma vez que são sérias e equilibradas".

Revista Cidade

Publicidade