Prefeitura firma convênio com Secretaria de Turismo de SP para investir nas proximidades do Cear

04.01.2019
Prefeitura firma convênio com Secretaria de Turismo de SP para investir nas proximidades do Cear

Convênios com o Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos foram assinados pelo prefeito Edinho, e garantirão mais de R$ 1.5 milhão em investimentos no setor, em diversos pontos, inclusive assentamentos

O prefeito Edinho assinou nesta quarta-feira (2), na Secretaria Estadual de Turismo, em São Paulo, um convênio no valor de R$ 207.090,20 para investir na implantação de uma rotatória na Rua Ivo Antonio Magnani, em frente ao Centro de Eventos de Araraquara e Região (Cear), além de drenagem e pavimentação naquela área. Este é um de uma série de convênios firmados com o órgão estadual, que garantirão mais de R$ 1.5 milhão em investimentos no setor de turismo da região.

Desde maio de 2017, quando Araraquara obteve a classificação de Município de Interesse Turístico (MIT), através da gerência de turismo da secretaria municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, a cidade passou a receber recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DADETUR), ligada à secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, para investir exclusivamente no desenvolvimento do turismo local, em programas de melhoria e preservação ambiental, urbanização, serviços e equipamentos turísticos.

Para ser oficializada como Município de Interesse Turísticos, com outras 19 cidades paulistas, e garantir estes recursos do Governo do Estado, a atual administração teve que atender várias exigências previstas na Lei do MIT, entre elas possuir capacidade de atender a população fixa e flutuante com serviços de alimentação, hospedagem e informação turística, além de eficiência no abastecimento de água e coleta de resíduos sólidos. Também foi exigida a criação do Conselho Municipal de Turismo, aprovado pelo Legislativo.

O resultado foi que, ainda em 2017 o prefeito Edinho formalizou um convênio denominado "Sinalização Turística", no valor de R$ 385.026,08, visando a instalação de 30 placas e dois pórticos distribuídos por toda a cidade.

Já em 2018, mais dois projetos de interesse turístico foram protocolados junto ao DADETUR. Um deles foi o "Sinalização Turística - 2ª fase" no valor de R$ 387.691,80, assinado no final de 2018, contemplando a instalação de 59 placas nas mais diversas regiões da cidade que demandam de sinalização e orientação turística.

O outro foi o convênio assinado nesta semana pelo prefeito, em São Paulo.  "Começamos o ano ratificando um trabalho árduo que foi realizado durante todo o ano passado. Com a assinatura deste convênio de pouco mais de R$ 200 mil, teremos recursos para investir na entrada do Cear, um local muito importante para a atração de eventos e, consequentemente, geração de emprego e de renda", afirmou Edinho, ainda em São Paulo. "É mais recurso para investirmos na nossa cidade, nas melhorias que tanto precisamos", resumiu.

 

Outros investimentos em 2019

Ainda segundo o prefeito Edinho, neste ano também deverão ser  implementadas placas e pórticos da terceira fase do projeto "Sinalização Turística", cujo valor será de cerca de R$ 308 mil, contemplando os assentamentos Monte Alegre e Bela Vista, bem como o Distrito de Bueno de Andrada. Também com recursos da DADETUR, serão implantados ainda os chamados Pontos de Informações Turísticas (PITs) em diversos locais de referência, como o Paço Municipal, Casa da Cultura, shoppings centers, entre outros, com um custo de R$ 250 mil.

Estes projetos já foram protocolados, junto ao DADETUR, no dia 17 de dezembro do ano passado. No total, serão R$ 1.537.808,08 investidos no turismo regional do município.

Nos últimos anos, o turismo teve uma importante participação no Produto Interno Bruto (PIB) de São Paulo. O setor foi responsável por 10% de toda a arrecadação estadual e está trazendo cada vez mais oportunidades de renda para diversas atividades nas cidades classificados como MIT.

Em todo o Estado, são mais de 40 milhões de pessoas viajam dentro do território. Deste número, a grande maioria é composta pelos próprios paulistas, que se locomovem por conta de trabalho, lazer, estudo, entre tantos outros motivos.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil