Não usar seta no trânsito é infração grave, gera multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira

05.06.2019
Não usar seta no trânsito é  infração grave, gera multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira

A Coordenadoria Municipal de Mobilidade Urbana realiza até esta sexta-feira, 7, uma campanha em Araraquara sobre o uso regular da seta, instituído pelo Código de Trânsito Brasileiro (CBT) em 1997, conforme a Lei 9.503.

A campanha será realizada com a distribuição de panfletos temáticos nos principais corredores de trânsito da cidade, além da exposição de faixas, para orientação de motoristas.

O Artigo 196 da lei diz que ao deixar de indicar com antecedência, mediante gesto regulamentar de braço ou luz indicadora de direção do veículo, o início da marcha, a realização da manobra de parar, a mudança de direção ou de faixa de circulação, o condutor comete infração grave. Por isso, está sujeito a uma multa (atual) de R$ 195,23, além de perder cinco pontos na carteira, ou CNH.

O motorista que não sinaliza a sua intenção com antecedência utilizando a seta permite que os outros condutores não consigam programar a redução da velocidade ou frear a tempo, podendo provocar até acidentes graves.

Com isso, o condutor infrator não só contraria o que diz o CBT, como também coloca a sua vida e de outras pessoas em perigo.

 

Fundamentos

"Não estamos sozinhos no trânsito, por isso precisamos indicar para onde queremos ir. No veículo, as setas são fundamentais porque, além de evita acidentes, teremos uma convivência mais eficiente", diz lema da campanha.

Sempre que houver uma mudança de direção, é preciso utilizar a seta nos seguintes momentos: para sinalizar ultrapassagens, fazer conversões ou retornos, efetuar mudanças de faixa e desviar de um obstáculo. E lembrar também que para uma parada ou demais intenções é obrigatório dar seta.

 

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil