Na segunda vez que atua na Vila Xavier, arrastão retira mais 10 toneladas de inservíveis

10.06.2019
Na segunda vez que atua na Vila Xavier, arrastão retira mais 10 toneladas de inservíveis

Ao todo, já foram retiradas quase 21 toneladas de material dos quintais das residências e terrenos baldios daquela região


O arrastão contra a dengue realizado no sábado (8) pela Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal da Saúde, retirou mais 10,2 toneladas de material inservível da Vila Xavier. Foi o segundo sábado seguido de mutirão naquela região da cidade; no fim de semana anterior, as equipes de agente já haviam retirado 10, 6 toneladas de material dos quintais das residências e dos terrenos baldios de parte daquela área, somando quase 21 toneladas até agora.

De acordo com boletim da Vigilância Epidemiológica divulgado nesta segunda-feira (10), Araraquara tem 12.154 casos de dengue confirmados, sendo que 1.279 foram descartados e 358 inconclusivos. 

Vale destacar que houve significativa redução das notificações de novos casos no município, assim, a Saúde está trabalhando nestas últimas semanas na atualização e preenchimento do sistema.

Mesmo assim, os trabalhos de retirada de criadouros dos quintais das residências e terrenos baldios continuam intensos. 

Os agentes da vigilância que trabalharam no sábado contaram também com servidores do Centralizado, da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, do Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) e agentes comunitários de saúde. 

Cerca de 200 pessoas, divididas em equipes, com 15 caminhões, passaram a manhã  eliminando larvas do mosquito Aedes aegypti e orientando os moradores.
Os resultados dessas últimas ações de varreduras mostram que ainda é grande o número de criadouros do mosquito transmissor da dengue; no mês passado, os arrastões retiraram quase 50 toneladas de material da região Norte. Agora, o foco tem sido a região dos Altos da Vila Xavier e entorno.

E além das ações nas manhãs de sábado, a Vigilância continua realizando diariamente os bloqueios casa a casa com aplicação de larvicida e nebulização, com o trabalho dos apoiadores contra a dengue. 

É fundamental a colaboração dos moradores no recebimento dos agentes, que trabalham sempre uniformizadas e com crachá de identificação. Mais informações, pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica, que é o 0800-7740440, ou no whatsapp da Prefeitura, o (16) 99760-1190.

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil