Jurídico da Prefeitura vai tomar de volta terreno doado. Empresa beneficiada não construiu e local tem criadouros do mosquito da dengue

20.02.2019
Jurídico da Prefeitura vai tomar de volta terreno doado. Empresa beneficiada não construiu e local tem criadouros do mosquito da dengue

Terreno utilizado como ferro-velho no Jardim Palmares teve larvas encontradas em meio a lixo e materiais inservíveis nesta terça (19)

O prefeito Edinho acompanhou uma das equipes de Controle de Vetores no trabalho durante vistoria realizada em alguns locais denunciados pela população como possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, na manhã desta terça-feira (19).

Em um terreno utilizado como ferro-velho, doado pela Prefeitura anos atrás para uma empresa da cidade, vários criadouros foram encontrados em pneus velhos e outros objetos que acumulam água parada. Localizado no no Jardim Palmares, o imóvel foi doado para ajudar no desenvolvimento da empresa e, consequemente, visando a geração de emprego e renda na cidade, mas nenhuma melhoria foi feita no local.  

"Esse terreno foi doado para uma empresa privada, que não chegou a construir no local. Já acionei o Jurídico da Prefeitura para providenciar a devolução desse espaço para o Município. É inaceitável. Achamos dezenas de criadouros. Estamos alertando a população o tempo todo e, depois de tudo o que se falou, ainda se encontra uma situação como essa", complementou Edinho.

Também foram vistoriados outros dois imóveis: um na Avenida Brasil, no Centro, e outro na Rua Imaculada Conceição (Rua 12), no Carmo. Ambos estão fechados há algum tempo e foram apontados como possíveis criadouros, mas nenhuma larva foi encontrada. Mesmo assim, foram encontrados lixo e outros materiais.

Além das ações de limpeza, mutirões e fiscalização com majoração de multa de imóveis com criadouro, a Prefeitura irá ampliar o acolhimento das pessoas com sintomas de suspeita de dengue.

Nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Saúde anuncia mais uma unidade de atendimento específico aos pacientes que precisam ser hidratados, que terá horário expandido.

Dados atualizados na segunda-feira (18) mostram que 1.668 casos de dengue foram confirmados em Araraquara somente neste ano.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil