Exposição de máquinas de escrever antigas é destaque no Museu Voluntários da Pátria

05.03.2016
Exposição de máquinas de escrever antigas é destaque no Museu Voluntários da Pátria

Museu Voluntários da Pátria apresenta sete máquinas de séculos passados

Depois dos computadores, as máquinas de escrever deixaram de estar em evidência, já que o mercado adotou computadores e impressoras como forma mais eficiente para a produção de textos. Porém, uma exposição no Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria traz à tona as antigas “máquinas de datilografia” a partir de segunda-feira, dia 07 de março, com entrada gratuita.

A exposição “Máquinas de Escrever” apresenta sete máquinas estrangeiras que fazem parte do acervo do Museu Voluntários da Pátria. Elas foram fabricadas no período do final do século XIX até o século XX. Além dos objetos, a exposição também apresenta um vídeo de cinco minutos com a história e a evolução da máquina de escrever.

De acordo com a história, a invenção de um primitivo dispositivo de escrever mecanicamente é atribuída a Henri Mill, em 1714. Ainda, o italiano Pellegrino Turri introduziu, em 1808, o sistema de teclado e, posteriormente, o norte americano Carlos Thuber criou um modelo aperfeiçoado, com maior rapidez de escrita, em 1843. 

Nomes como os do norte-americano Burth, o inglês Jenkins, e o francês Pogrin, também aparecem como colaboradores para o aperfeiçoamento da máquina.

A invenção de um dispositivo mecânico de escrita no Brasil é atribuída ao padre Francisco João de Azevedo, nascido na Paraíba do Norte (atual João Pessoa) em 1827 e falecido em 1888. Ela foi apresentada na Exposição Agrícola e Industrial de Pernambuco, em 1861, e na Exposição Nacional do Rio de Janeiro, no mesmo ano.

As empresas de máquinas de escrever entraram em decadência no início da década de 1990, com a redução da demanda, porque o mercado passou a adotar os computadores e impressoras como alternativa mais eficiente para a produção de textos.

O Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria está localizado na Praça Pedro de Toledo, na altura da Rua Itália com a Av. Duque de Caxias, no Centro de Araraquara. O horário de atendimento é das 12h15 às 17h45, com entrada gratuita.

Serviço:

Exposição “Máquinas de Escrever”

Local: Museu Histórico e Pedagógico Voluntários da Pátria (Praça Pedro de Toledo - na altura da Rua Itália com a Av. Duque de Caxias – Centro)

Período: de 07 a 26 de março

Horário de visitação: das 12h15 às 17h45

Grátis

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil