Especial de Aniversário 202 anos de Araraquara - 9ª parte

22.08.2019
Especial de Aniversário 202 anos de Araraquara - 9ª parte

Por Hamilton Mendes

I e II Circuito Automobilístico de Araraquara

Nos anos de 1962 e 1963, como comemoração a inauguração da Avenida Bento de Abreu, o prefeito Benedito de Oliveira, ao lado do vereador Mário Ananias, organizou duas provas de automóveis de cidade.

 Na época – início da instalação da indústria automobilística brasileira -, os abnegados e apaixonados pela velocidade se uniram para viabilizar competições de alto nível no País.  A ideia era viabilizar a venda de automóveis no Brasil, e as montadoras do período decidiram se organizar em equipes de competição e organizar provas por todo o território nacional.

As equipes DKW, Willys e Volkswagen, também baseadas no trabalho de geniais empresários, como os Malzoni (de Matão) -, literalmente construíram carros de competição e saíram desbravando pistas (muitas delas de rua), pelo Brasil.

Foram tempos épicos: as equipes correram na inauguração de Brasília, no Rio de Janeiro, em cidades do Rio Grande do Sul, Minas Gerais e na pista mais charmosa do Brasil: Interlagos, na época ainda com sua pista de 20 km.

O interior de São Paulo também fez parte dessa história, com corridas em Piracicaba e aqui mesmo, em Araraquara.

E no meio dos pilotos, Mário Cesar de Camargo Filho, o imbatível piloto das DKWs número 10, que correu contra os irmãos Fittipaldi e contra os grandes nomes da época, e venceu todos. Marinho correu por aqui com o DKW de fábrica, mas carregando o nome da cidade na carroceria e propaganda da concessionária DKW local, do empresário Mário Darezo. E ele ganhou nos dois anos! Foi uma festa!

Revista Cidade

Publicidade