Encenação da Paixão de Cristo volta à praça da igreja Nossa Senhora Aparecida em comemoração aos 50 anos da Paróquia

27.02.2018
Encenação da Paixão de Cristo volta à praça da igreja Nossa Senhora Aparecida em comemoração aos 50 anos da Paróquia

37ª edição do espetáculo se transfere da Arena da Fonte Luminosa no ano em que paróquia da Vila Xavier completa seu Jubileu de 50 anos; prefeito Edinho recebeu organizadores da encenação nesta segunda-feira (26)

No ano em que a Paróquia Nossa Senhora Aparecida completa seu Jubileu de 50 anos, a 37ª edição da Encenação da Paixão de Cristo se transfere da Arena da Fonte Luminosa e irá retornar às suas origens: será na praça em frente à paróquia, na Vila Xavier, onde tudo começou em 1982.

Nesta segunda-feira (26), o prefeito Edinho recebeu a diretoria da Associação Comunitária, Educativa, Cultural e Religiosa ENSA (Encenação Nossa Senhora Aparecida), que organiza o espetáculo, para definir detalhes do evento que será em 30 de março, às 19h30.

“A Prefeitura se coloca à disposição para colaborar ?co?m o que for possível para que essa tradição continue. Parabéns a todos da ENSA e aos voluntários pelo espetáculo marcante feito todos os anos”, afirma o prefeito Edinho.

O Executivo auxilia com a logística, o isolamento de ruas e acessos, além de todo o apoio necessário para compor a produção e acolhida dos espectadores.

Como é tradicional, a população é convidada a doar, voluntariamente, um quilo de alimento não perecível (a recepção será no próprio local). Toda a arrecadação será revertida às entidades filantrópicas de Araraquara que enviaram ofício à ENSA solicitando repasses de alimentos.

 

??História

A 1ª edição da encenação foi realizada na praça da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em 1982, por jovens da própria comunidade. Em 1986, o espetáculo foi transferido para o então Estádio Municipal Tenente Siqueira Campos (atual campo do Clube Araraquarense), onde foi apresentado até 1992.

Em 1993, na sua 12ª apresentação, a encenação foi transferida para o Estádio da Fonte Luminosa, onde foi realizada até o ano passado. O novo local contou com estrutura maior e mais confortável para a quantidade de público.

Neste ano, com um espetáculo reduzido devido ao espaço, o público acompanhará as cenas como coadjuvante, participando e interagindo com os artistas. Devido este fato, torna-se necessária a chegada do público o quanto antes possível. A encenação está prevista para ter, no máximo, 1 hora e 20 minutos.

Cerca de 150 voluntários encenarão passagens marcantes a partir da chegada triunfal de Jesus em Jerusalém, último destino até sua condenação. Para isso, toneladas de equipamentos cenográficos, de som, iluminação e efeitos especiais serão utilizadas para a montagem dos cenários.?

Participaram da reunião o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; o vereador Edson Hel (PPS); a secretária de Cultura, Teresa Telarolli; o diretor-presidente da Morada do Sol Turismo, Eventos e Participações, Manoel de Araújo Sobrinho, e o diretor João Missorino; o chefe de gabinete, Alan Silva; e, representando a ENSA, José Luiz Alves (vice-presidente), Carlos Alberto Paganassi (1º tesoureiro), Gilberto Pinheiro (diretor de patrimônio) e Cacá Esteves (diretor de comunicação).

Revista Cidade

Publicidade

Brasil