Cidade ganha a Praça Heróis de Araraquara, em homenagem a geração de 32 que pegou em armas pela democracia do País

19.07.2018
Cidade ganha a Praça Heróis de Araraquara, em homenagem a geração de 32 que pegou em armas pela democracia do País

Com a presença de representantes do 56º Núcleo do MMDC de Araraquara, o prefeito Edinho Silva sancionou na manhã dessa quarta-feira, 18, o projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal, que homenageia a geração de araraquarenses de 1932 que pegou em armas e se juntou aos demais paulistas na luta pela democratização do País.

O projeto do vereador Cabo Magal Verri denomina Praça Heróis de Araraquara a área verde localizada entre as ruas Padre Duarte (Rua 4) e Voluntários da Pátria (Rua 5) e a Avenida Júlio Ursolino Pedroso, no Jardim Nova América, próximo ao Terminal Rodoviário e ao prédio da 1ª Cia de Policiamento do 13° BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior).

O objetivo é dar reconhecimento às personalidades civis e militares e instituições públicas e privadas que tenham prestado relevantes serviços à Sociedade Veteranos de 1932 e ao Núcleo MMDC - Heróis de Araraquara, contribuindo para a preservação da memória da Revolução Constitucionalista de 1932. Araraquara participou da revolução com 541 combatentes, sendo que oito morreram, sete em combate e um de acidente de trânsito.

Magal afirmou ter “honra enorme de nomear a praça como Heróis de Araraquara” e de pertencer à Polícia Militar. O comandante interino do 13º BPM/I e vice-presidente do Núcleo MMDC, major Luiz Roberto Moreira Filho, enalteceu os feitos da revolução. “Esses homens lutaram por uma Constituição e por uma vida melhor para todos. O 9 de julho é uma data significativa para a nação”, declarou.

Falando sobre a nova lei, o prefeito Edinho enalteceu sua natureza, reiterando que ele valoriza a nossa história. “Uma cidade se faz com prédios, com infraestrutura, mas também se faz com história. A Revolução de 1932 contribuiu na redemocratização do País naquele momento, e Araraquara teve uma grande participação”, lembrou.

O 56º Núcleo do MMDC de Araraquara caminha para completar dois anos de existência, e é considerado como um dos mais ativos e organizados do estado.

 

 

Revista Cidade

Publicidade

Brasil