Biometria será obrigatória em Araraquara e Prefeitura segue atendendo eleitores

20.03.2019
Biometria será obrigatória em Araraquara e Prefeitura segue atendendo eleitores

Atendimento será feito até 19 de dezembro; a partir da próxima eleição, a biometria será obrigatória em Araraquara

Até o dia 19 de dezembro, um posto da Justiça Eleitoral atenderá a população no andar térreo do Paço Municipal. Com isso, os eleitores que ainda não fizeram o cadastro biométrico nos cartórios eleitorais do município podem procurar a Prefeitura de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30.

O cadastramento biométrico é obrigatório para os eleitores de Araraquara. Por isso, quem não fizer a biometria até 19 de dezembro terá o título de eleitor cancelado e não poderá votar nas eleições municipais de 2020. Com o cancelamento, o eleitor também não poderá se inscrever em concurso público, obter passaporte ou CPF e renovar a matrícula nos estabelecimentos de ensino, entre outras restrições.

Para o cadastro, é necessário apresentar documento de identidade (RG ou outro documento oficial com foto), CPF e comprovante de endereço recente. No posto da Prefeitura também é possível fazer a transferência de domicílio eleitoral ou de Zona Eleitoral e a emissão do primeiro título de eleitor.

O aposentado Mauro Costa de Oliveira, de 63 anos, aproveitou o movimento tranquilo na Prefeitura, na tarde desta terça-feira (19), e fez seu cadastro biométrico. "Todo mundo deixa para o fim, para os últimos dias. Então, eu quis evitar aquela correria. Em 15 minutos fui atendido", afirmou Mauro.

A Justiça Eleitoral também montou um posto de atendimento no Shopping Jaraguá, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h.

Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em dados atualizados em fevereiro, Araraquara registrava 167.527 eleitores.

 

Biometria
A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Acoplado à urna eletrônica, o leitor biométrico confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, que são armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil