Araraquara tem 40 casos notificados, 7 foram descartados, 33 seguem sendo monitorados e 11 internados

30.03.2020
Araraquara tem 40 casos notificados, 7 foram descartados, 33 seguem sendo monitorados e 11 internados

Prefeitura informa ainda que  abriu duas contas bancárias no município para doações de recursos para questões estruturais e de assistência em saúde, incluindo as obras e estruturação no Hospital de Solidariedade (hospital de campanha) e estruturação das UPAs, e também de doações para a Rede de Solidariedade. Araraquara registra 2 óbitos suspeitos

Boletim oficial divulgados na noite desta segunda-feira, 30, informa que Araraquara contabiliza 40 casos notificados até o momento, sendo que, destes, 7 foram descartados e 33 casos seguem sendo monitorados e aguardando resultado de exames.

Dos 40 casos notificados, 27 pessoas foram internadas. Dessas, 14 já receberam alta e 11 permanecem internadas. Foram registrados 2 óbitos suspeitos.

A Prefeitura informa ainda que atendendo a solicitação de munícipes, abriu duas contas bancárias no município para doações de recursos para questões estruturais e de assistência em saúde, incluindo as obras e estruturação no Hospital de Solidariedade (hospital de campanha) e estruturação das UPAs, e também de doações para a Rede de Solidariedade, visando aquisição de alimentos e produtos de higiene para serem distribuídos a famílias em vulnerabilidade. 

As doações poderão se feitas, a partir desta terça-feira, dia 31 de março e as contas são:

 

Doações ao combate do Coronavírus - Covid-19

Banco do Brasil

Agência - 0082-5

Conta corrente - 800 000 - x

 

Doações para a Rede de Solidariedade Coronavírus - Covid-19

Banco do Brasil

Agência - 0082-5

Conta corrente - 800 001 - 8

 

O Comitê de Contingência do Coronavírus de Araraquara também reforça as seguintes informações:

- Os estabelecimentos de comércio e de serviços essenciais à população que mantêm o atendimento ao público devem ficar atentos às medidas de prevenção do contágio do Coronavírus. Hipermercados, supermercados, varejões, quitandas, padarias, açougues e assemelhados devem disponibilizar álcool em gel aos consumidores que estiverem adentrando no estabelecimento. Também é necessário controlar o número de consumidores no interior do estabelecimento para evitar aglomerações, bem como observar a distância necessária de pelo menos 1 metro entre os consumidores que aguardarem na fila.

- Também vale a obrigatoriamente destes estabelecimentos comerciais definirem horários especiais para o atendimento presencial aos consumidores que se encontram no grupo de risco de contágio do COVID-19, vedado, sob qualquer forma, o consumo de gêneros e produtos alimentícios no interior dos estabelecimentos.

- Está vedado, mediante o decreto municipal nº 12.236, o acesso da população aos equipamentos públicos, parques e praças municipais de lazer, desporto e cultura. Dessa forma, o Comitê de Contingenciamento recomenda fiscalização mais intensiva como forma de evitar aglomeração de pessoas nesses espaços.

- Será disponibilizada pela Gerência de Vigilância Sanitária, através da Coordenadoria de Vigilância em Saúde, nota técnica de orientação sobre o enfrentamento e combate do Coronavírus para os condomínios residenciais e comerciais do município.

 

 

Revista Cidade

Publicidade