Acidentes - Autoconfiança em excesso é o principal problema, diz proprietário de autoescola

24.09.2016
Acidentes - Autoconfiança em excesso é o principal problema, diz proprietário de autoescola

Discussão foi levantada em campanha da semana nacional de trânsito, com o tema “Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”.

Colaborou: Malu Rosato

Alguns dos principais fatores que ocasionam acidentes de trânsito no dias de hoje partem do excesso de confiança dos motoristas e do uso indiscriminado de smartphones e aparelhos celulares enquanto se dirige. A opinião é de Airton Flávio Ferreira, sócio proprietário da Autoescola Araraquara e que há 15 anos exerce na prática a função de educador de trânsito.

Airton aponta ainda outras duas situações que sempre resultam em graves acidentes - principalmente em rodovias -, que são, o sono e a ingestão de bebidas alcoólicas. “O aumento da frota de veículos e o número de pessoas dirigindo também aumentam o risco”, lembra o empresário.

Experiente, o profissional destaca a importância de se trabalhar a humanização e a cidadania no trânsito. “Antes de formar condutores, nós, como educadores da área, temos obrigação de instruir e alertar os alunos sobre os princípios básicos de cidadania. No mundo em que vivemos hoje, adubar a sementinha plantada em cada jovem é dar a possibilidade de germinar bons frutos no trânsito”, comentou.

Para Airton o respeito é essencial, pois não lidamos somente com carros, mas sim com vidas e famílias e qualquer dano pode ser irreparável. “Tudo depende da consciência do condutor. Cada um deve cumprir com a sua parte”, afirmou..

Princípios Básicos

De acordo com o profissional, o condutor, antes de dirigir, deve estar sempre alerta para qualquer tipo de situação, tanto na cidade, quanto em rodovias. "O motorista deve manter a sua atenção no trânsito e não se distrair com conversas, som alto ou no uso de rádio, GPS ou celulares", ressalta.

A atenção, explica, deve ser direcionada a todos os elementos da via, como condições, sinalização, tempo, entre outros, além dos estados físicos e mentais do motorista. Os cuidados e a manutenção do veículo, tempo de deslocamento, conhecimento prévio do percurso e outros, também fazem parte desses critérios.

O condutor também deve manter-se em estado de alerta durante todo o tempo em que estiver conduzindo o veículo, consciente das situações de risco nas quais pode envolver-se e pronto a tomar atitudes necessárias em tal situação para evitar acidentes.

Denatran

Segundo o Denatran, o tema acompanha a evolução das ações de campanha de educação de trânsito do órgão e ações da “Década Mundial de Ações Para a Segurança do Trânsito – 2011/2020”. A principal finalidade é conscientizar o cidadão de sua responsabilidade no trânsito, valorizando ações do cotidiano e visando a participação de todos para o alcance da segurança viária.

Ainda segundo o órgão, o ator do trânsito deve ser tratado como alguém que tem o poder de decidir o seu destino e que é o responsável pelas próprias ações e sofrerá ainda as consequências de suas escolhas. Assim, o tema “Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”, possibilita realizar ações focadas em todos os integrantes do trânsito (pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e condutores). Cada um é responsável pelas atitudes no dia a dia no trânsito e cada um pode e faz a diferença!

Revista Cidade

Publicidade

Brasil