Vila Xavier concentra maior parte dos casos de dengue na cidade

18.02.2016
 Vila Xavier concentra maior parte dos casos de dengue na cidade

Com a UPA da Vila sem médico, dependências da UPA da Via Expressa estavam lotadas no dia de ontem. Muita gente com sintomas realizava exames para detecção da doença

Com 175 casos de dengue registrados e confirmados na cidade, a região de maior concentração da doença, até aqui, é do bairro da Vila Xavier, com 57,7% - ou 101 -deles. A informação é da Prefeitura Municipal.

É da Vila o primeiro caso confirmado do vírus da zika em uma gestante, e também são residentes do bairro as duas gestantes com suspeita da doença.  

De acordo com informações colhidas pela reportagem na tarde de ontem foram encontrados muitos focos do mosquito transmissor da doença em áreas do entorno da Alameda Paulista, Jardim América, Jardim Paulistano e bairros adjscentes. É grande também o registro de ocorrências em áreas como o Jardim Pinheiros e Parque São Paulo.

O problema maior, no entanto, é que segundo expectativas das própria autoridades o registro dos casos pode estar apenas no seu início, já que a história recente aponta o mês de fevereiro como aquele que os números começam a crescer, com o pico das ocorrências se registrando apenas no mês de abril.

Se essas previsões, de fato, vierem a se confirmar a situação em Araraquara este ano deve ser bastante dramática no que se refere ao contágio pelo moquito aedes aegypti.

Por isso mesmo as autoridades estão alertando aos moradores dos bairros de maior incidência de casos que não confiem cegamente nas nebulizações, já que por mais que esta  seja feita criteriosamente, ela vai ter efeito em apenas 30% da população do mosquito. Ou seja, sem o envolvimento direto e total da população não há como combater a proliferação do mosquito.

Importante destacar que quem contrai dengue, chikungunya ou zika sofre bastante com os sintomas, que são bastante parecidos, como dor de cabeça, nas articulações e febre. No caso da zika, também há coceira forte. 

Os casos mais perigosos são os de dengue, a única das três doenças citadas que pode matar o paciente.

Revista Cidade

Publicidade

Brasil